Paladar

Receitas

Receitas

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Massa com vegetais e panko

A farinha de pão japonesa substitui o queijo parmesão ralado e faz toda diferença no sabor

por Patrícia Ferraz

Essa receita pede massas curtas, tipo penne, rigatoni ou o caserece, que usei. O molho é um creme suave que leva brócolis, cogumelos e cenouras, mas o grande segredo desse prato é a farofa cítrica de panko, a farinha de pão japonesa. Ela substitui o parmesão ralado e faz toda a diferença no sabor - misture um pouco à massa e ponha o restante num potinho à parte, todo mundo vai querer mais. Se não tiver panko, pegue duas ou três fatias de pão de forma e bata no processador até formar uma farofa.

Caserece com creme suave e farofa cítrica de panko.

Caserece com creme suave e farofa cítrica de panko. Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

Preparo

1Ponha a massa para cozinhar em uma panela com 4 litros de água fervendo com 2 colheres (sopa) de sal marinho.
2Cozinhe o brócolis no vapor rapidamente (uns 5 minutos) apenas para amolecer um pouco. Mergulhe na água com gelo (ou passe pela água fria para frear o cozimento). Reserve.
3Ponha o azeite numa frigideira e refogue os cogumelos e a cenoura com a folha de louro, até amolecerem um pouco. Junte o vinho, deixe evaporar o álcool.
4Acrescente o creme de leite,tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora, e deixe cozinhar alguns minutos para engrossar um pouco. Acrescente o brócolis, cozinhe mais um ou dois minutos apenas.
5 Prepare a farofa: ponha o azeite, o suco e as raspas de limão e o alho picado em uma frigideira, aqueça, e assim que o alho começar a chiar (leva uns 30 segundos) adicione a salsinha picada. Tempere com, sal e pimenta. Mexa bem.
6Despeje a farinha panko na frigideira, mexa com cuidado para que incorpore o azeite temperado, mexa com uma colher de pau e deixe tostar um pouco. Desligue o fogo.
7Escorra a massa, ponha na panela com o molho, misture bem, ponha um pouco da farofa de panko e transfira para a travessa de servir. Leve à mesa com a farofa restante à parte.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?