Paladar

Receitas

Receitas

Nhac!

Neide Rigo

Pão de cará roxo com fermentação natural

Aproveite a cor vibrante deste tubérculo amazônico para fazer um pão com um tom vermelho raro

por Neide Rigo

O cará roxo tem cor vibrante, sabor adocicado e textura mais fina que seu primo branco - e é mais nutritivo também. 

Domesticada por povos indígenas da região amazônica, esta variedade atualmente faz parte da Arca do Gosto, catálogo do movimento Slow Food que visa identificar, mapear e registrar alimentos em risco de desaparecer. 

Sua cor mostra que é um tubérculo riquíssimo em antocianina, o pigmento que dá a coloração e tem propriedade antioxidante. E como a antocianina ganha tons avermelhados intensos ao entrar em contato com meio ácido, a acidez da fermentação natural favorece ainda mais a cor desta receita: o miolo do pão fica com com este tom de vermelho raro. 

Você pode pedir a isca do levain para um amigo que já tenha ou fazer o seu do zero, em casa. E para saber mais sobre como assar pães de fermentação natural em casa, confira o nosso especial com todas as dicas e passo a passo. 

Pão de cará roxo com fermentação natural.

Pão de cará roxo com fermentação natural. Foto: Neide Rigo/Estadão

Preparo

1Bata no liquidificador o levain com a água e o cará roxo cozido e frio.
2Passe para uma tigela e junte a farinha de trigo de uma só vez. Vá acrescentando mais água se for preciso para fazer uma massa homogênea e um pouco pegajosa como massa de pão de queijo.
3Passe para outra tigela de vidro ligeiramente untada com azeite, feche bem ou cubra com pano úmido e espere 30 minutos.
4Faça dobras na massa, espichando as bordas e dobrando para cima como se fosse um embrulho. Vire as dobras para a parte de baixo, espere meia hora.  Repita as dobras e a espera de 30 minutos mais três vezes.  
5Depois da última dobra, espere mais meia hora, modele na forma de bola e coloque numa cestinha com pano enfarinhado. Cubra com plástico e espere crescer por cerca de 2 horas ou até que ao apertar o dedo na massa esta retorne rapidamente à posição inicial.
6Preaqueça por cerca de 20 minutos o forno a 250 ºC (e, dentro dele, uma panela de ferro com sua tampa, que possam ir ao forno).
7Emborque a massa na panela bem quente (só enfarinhada), tampe e deixe assar por 20 minutos.
8Destampe, abaixe a temperatura para 220 ºC e deixe assar mais 20 ou 30 minutos ou até dourar.  
9Tire do forno e passe para uma grade para esfriar. Só fatie depois de completamente frio. Sirva com manteiga e tirinhas de tucumã. Ou com o que quiser. 

 

Ficou com água na boca?