Paladar

Receitas

Receitas

Felipe Rau|Estadão
Felipe Rau|Estadão

Pesto de manjericão, coentro e hortelã

Tudo vira pesto; confira a receita da chef Ana Soares

por Redação Paladar

Mais do que uma receita, pesto é uma técnica - "pestar" significa amassar com pilão. Então, quase tudo pode virar esse versátil molho criado na Itália. A fórmula é sempre a mesma: um elemento de frescor (ervas, legumes, frutas); algo de textura (diversos tipos de castanhas); fonte de gordura (azeites, manteigas); e espessantes (queijos cremosos, curados, defumados). Não precisa nem se ater a quantidades, a ideia é ir testando e ajustando o sabor e a textura conforme o seu gosto.

Preparo

1Branqueie folhas de manjericão, coentro e hortelã (jogue as folhas em água fervente e passe-as em seguida em água gelada) e depois pique na ponta da faca. 
2Pique finamente um dente de alho e quebre grosseiramente um punhado de castanha-do-pará.
3Macere tudo no pilão com azeite e queijo canastra curado ralado.

A chef Ana Soares, do Mesa III, serviu esse pesto com uma salada de pupunha, mas ele vai bem também com palmito assado, abobrinha grelhada e ainda com peixes grelhados.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?