Paladar

Receitas

Receita

Receitas veganas para todas as refeições

Confira as melhores receitas veganas do 'Paladar': há pães, petiscos, massas, sopas, sorvetes, sobremesas e até ideias para o churrasco

Comente

01 de novembro de 2019 | 12:00 por Roberta Vassallo, especial para o Estado

No Dia Mundial do Veganismo, comemorado em 1º de novembro, o Paladar reuniu suas melhores receitas veganas - ou seja, sem nenhum ingrediente ou produto de origem animal. Nada de carne, laticínio, ovos ou mel por aqui.

De acordo com uma pesquisa do Google Trends, o interesse pelo tema mais que triplicou nos últimos cinco anos no Brasil. As buscas por veganismo atingiram seu ápice em 2019 e até ultrapassaram as pesquisas por vegetarianismo. Apesar do crescimento, o Brasil ainda figura na 30ª posição entre os países mais interessados, segundo o levamentamento.

Abaixo, confira receitas de pratos para fazer todas as refeições do dia serem totalmente veganas, inclusive de churrasco. Há opções de pães, massas, petiscos, sorvetes, sobremesas e mais.

 

● Ideias para o café da manhã

A torrada com abacate se popularizou nos últimos anos e tornou-se um dos itens de destaque nos cardápios de cafés paulistanos. Fácil de fazer, pode ainda servir de base para diversos outros sabores. Para começar o dia, vale apostar no básico: abacate, azeite, limão e pimenta-do-reino.

Torrada de abacate do Café Gitane, em Nova York, onde se popularizou a receita

Torrada de abacate do Café Gitane, em Nova York, onde se popularizou a receita Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Para beber, um smoothie de manga, morangos e leite de soja é nutritivo e refrescante e não dá trabalho nenhum para fazer. Na receita da chef Carla Pernambuco, é só bater a manga e o morango congelados em cubinhos com o leite de soja no liquidificador e servir.

E se você é fã de salada de frutas, experimente incrementar com uma granola caseira. Na receita, a editora do Paladar, Patrícia Ferraz, ensina a fazer a granola com castanhas, frutas secas, flocos de milho, flocos de aveia, coco torrado e mel de agave – nada de origem animal.

Granola caseira

Granola caseira Foto: Gabriela Biló/Estadão

 

● Pães veganos

Há diversos tipos de pães que não levam nenhum ingrediente de origem animal. Um deles é o delicioso pão de fermentação natural. A receita ensina o passo a passo para fazer em casa – e acredite, não é difícil. Se quiser fazer tudo do zero, ensinamos também a fazer o levain, o fermento natural que é a base do pão – ele é menos trabalhoso do que parece.

O pão que tem como base o levain, fermento natural

O pão que tem como base o levain, fermento natural Foto: Werther Santana/Estadão

Já o pão árabe ou pão pita, a base do tradicional beirute, é ótimo para acompanhar patês, como o babaganoush (receita com berinjela) e homus (de grão-de-bico). O melhor é que ele leva apenas farinha de trigo, azeite, fermento biológico, açúcar e sal e é bem fácil de fazer em casa - aprenda nesta receita.

Pão pita ou pão árabe

Pão pita ou pão árabe Foto: Felipe Rau/Estadão

A focaccia, o pão achatado italiano precursor da pizza, também é vegana. Na receita clássica, da região de Gênova, ela é coberta com bastante azeite, sal grosso e folhas de alecrim antes de assar. O pão sai do forno perfumado e pode ser servido sozinho ou com recheios, no estilo de pizza. Aprenda a fazer uma focaccia tradicional ou uma versão à francesa, chamada fougasse, servida coberta com azeitonas.

Se você quer sair do tradicional, há tipos bem diferentes de pães que são completamente veganos. Entre eles, o pão chato libanês grelhado tem sabor levemente defumado e é ótimo para comer com molhos e patês. Já o pão de centeio é uma outra versão de pão de fermentação natural, mas com o sabor e a coloração característicos do ingrediente. E a spirulina, também conhecida como alga azul, é o ingrediente chave deste pão de spirulina, feito com sal marinho, farinha de trigo e açúcar orgânico, que vai bem além do básico.

Pão chato libanês grelhado

Pão chato libanês grelhado Foto: Fred Conrad/NYT

 

● Petiscos

Quando pensamos em petiscos, os chips de batatas são um dos primeiros que vêm à cabeça. Eles são veganos, mas o petisco vegano não precisa – e nem deve – se restringir à batata. O formato em chips fritos ou assados pode deixar qualquer legume, ou até fruta, delicioso. É possível fazer chips de batata-doce, banana, caqui, goiaba e até tomate. Confira como preparar chips de tudo, muito além da batata.

Chips variados, de frutas e legumes

Chips variados, de frutas e legumes Foto: Felipe Rau/Estadão

Para um aperitivo, o grão-de-bico, um ingrediente versátil, aparece em uma versão de snack picante nesta receita fácil e rápida de fazer. Vira um prato viciante e você pode comer à vontade.

Já em cima de uma fatia de pão com tomate, o tapenade, uma pasta de azeitonas pretas, vai muito bem. Além disso, dá para incrementar pizza ou sanduíche com ele.

A pasta de azeitonas pretas pode ser usada em pizzas, sanduíches ou como aperitivo no pão

A pasta de azeitonas pretas pode ser usada em pizzas, sanduíches ou como aperitivo no pão Foto: Codo Meletti/Estadão

 

● Massas veganas

Se você é fã de macarrão, pode fazer um prato bem elaborado sem nenhum ingrediente de origem animal. Essa massa com castanhas e tâmara mistura sabores e texturas e sai bastante do básico. E a receita de penne com alcachofra e shiitake, feita com alho e óleo e temperada com vinagre balsâmico, ensina a fazer um prato bem saboroso e leve. Em ambas, basta servir sem o queijo parmesão.

Penne com alcachofra e shiitake

Penne com alcachofra e shiitake Foto: Walter Costa/Estadão

 

● Pratos de arroz 

Dá para fazer também pratos completos de arroz, preparado com ingredientes diversos que ficam deliciosos e fogem do arroz e feijão de todos os dias. Confira 22 receitas de “arroz com coisa”, para variar no clássico brasileiro. O arroz de frutos da terra, cozido em um caldo que leva, entre outros ingredientes, casca de abóbora refogada, é uma das opções veganas que fazem uma refeição completa. O arroz com lentilha é outra delas. O prato de tradição árabe fica bem saboroso nessa receita em que é preparado com especiarias e cebola caramelizada. A sugestão é acompanhar com abóbora assada.

Arroz de frutos da terra

Arroz de frutos da terra Foto: Samuel Antonini

 

● Sopas

Como entrada ou prato principal para uma refeição leve em dias frios, as sopas veganas não precisam ser sempre um caldo de legumes sólidos. Essa sopa de abóbora com cebolas assadas e especiarias é exemplo disso. Na preparação, os legumes vão ao forno antes de virar sopa, ao invés de cozinhar na água – o segredo para deixá-la super saborosa. Para uma versão de caldo vegetal diferente, experimente um consomê feito com brócolis, ervilhas e cogumelos, de preparação rápida e fácil.

Sopa de abóbora com cebolas assadas e especiarias

Sopa de abóbora com cebolas assadas e especiarias Foto: Gabriela Biló/Estadão

 

● Sorvetes veganos

Para a sobremesa em dias quentes, sorvetes são a escolha perfeita. E não se preocupe, é possível fazer sorvetes veganos que ficam igual ao de uma sorveteria profissional. Nesse sorvete de morango e mel, você pode substituir o mel por mel de agave, xarope natural extraído de uma espécie de cacto. A massa fica cremosa e a receita pode ser feita de sabores diferentes, usando outras frutas.

Sorvete de morango e mel para fazer em casa

Sorvete de morango e mel para fazer em casa Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Para um picolé, experimente fazer um de frutas vermelhas que Francisco Santana, da Escola do Sorvete, ensina a fazer, junto a seis dicas para fazer o picolé perfeito.

E se você quer um sorvete diferentão, feito em casa e totalmente vegano, o sorbet de jaca pode ser uma boa opção. Ele usa polpa de jaca, de jaca dura, a semente da fruta e jaca em calda, além de açúcar e glucose.

Picolé de frutas vermelhas

Picolé de frutas vermelhas Foto: Gabriela Biló/Estadão

 

● Sobremesas

Aqui o mel de agave, de que falamos acima, pode substituir o mel comum em todas as receitas. Neste abacaxi assado com especiarias e sorvete de coco, as fatias de abacaxi são carameladas em uma calda de laranja com mel e especiarias. Ele fica docinho e com diversos toques de sabor, dado pelas especiarias. O abacaxi pode ser feito antes e aquecido só na hora de servir.

O cuscuz doce com amêndoa e ameixa, que tem como base uma calda feita com açúcar e água em proporções iguais, temperada com baunilha, canela e cravo em pó e aromatizada com água de flor de laranjeira e um toque de suco de limão, é uma sobremesa bem diferente – e não parece, mas é bem fácil e rápido de fazer.

Já o espetinho de frutas do chef Alain Ducasse dá um toque adocicado às frutas, que são colocadas já no espetinho na frigideira com mel em ponto caramelado e uma folha de capim santo e depois cobertas com a calda que restou. É fácil e versátil. Apesar da receita sugerir fazer com morangos, ameixa, maçã e pera, você pode usar as frutas que preferir.

Abacaxi assado com especiarias e sorvete de coco

Abacaxi assado com especiarias e sorvete de coco Foto: Codo Meletti/Estadão

 

● Churrasco

Os veganos não precisam ficar de fora do churrasco! A grelha transforma texturas e suaviza o sabor, extraindo açúcares naturais que emprestam um toque adocicado aos vegetais. Por isso, não há desculpas que justifiquem deixar de fazer um churrasco sem carne. Entre as dicas para levar à grelha, estão cogumelos, minilegumes e endívias caramelizadas, que o Paladar ensina a fazer neste caderno de receitas de churrasco vegetal.

Além desses, dá para grelhar praticamente tudo. Guacamole, pão, frutas, salada, bife de tofu com tahine e até molhos e bolo. Aqui você aprende em 101 receitas para fazer na brasa da churrasqueira.

Churrasco de minilegumes

Churrasco de minilegumes Foto: Codo Meletti/Estadão