Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

50 Best anuncia os melhores restaurantes da América Latina nesta quinta-feira

Oitava edição da lista latino-americana será revelada em cerimônia online por conta da pandemia do novo coronavírus

02 de dezembro de 2020 | 18:48 por Danielle Nagase, O Estado de S.Paulo

A lista com os 50 melhores restaurantes da América Latina - eleitos pelo Latin America’s 50 Best Restaurants - será anunciada nesta quinta-feira (3), por voltas das 18h (horário de Brasília). Por conta da pandemia do novo coronavírus, desta vez, a cerimônia que costuma reunir chefs de diferentes países será virtual e transmitida ao vivo pelos canais oficiais da premiação no Facebook e YouTube.

+ Confira a lista completa dos 50 melhores restaurantes da América Latina 2019

Desde a estreia do ranking - braço regional do World’s 50 Best Restaurants -, os peruanos se destacam na lista. A primeira colocação, inclusive, foi sempre ocupada por um deles: Astrid y Gastón, em 2013, Central nos três seguintes e Maido nos últimos três. Entre os brasileiros, A Casa do Porco, que ficou em 6º lugar, foi a melhor colocada na lista do ano passado, seguida pelo D.O.M. (10º), Maní (18º), Oteque (23º), Lasai (24º), Olympe (35º), Evvai (40º), Manu (42º) e Mocotó (43).

Os vencedores do 50 Best América Latina 2019. 

Os vencedores do 50 Best América Latina 2019.  Foto: Renata Mesquita/Estadão

Como de praxe, já foram anunciados quatro títulos especiais: Janaína Rueda, chef e sócia do Bar da Dona Onça e d'A Casa do Porco, foi escolhida como a personalidade ícone da América Latina em 2020, enquanto a argentina Narda Lepes, do Narda Comedor, em Buenos Aires, foi eleita a melhor chef mulher. Já o mexicano Fauna, em Vale de Guadalupe, destacou-se como o restaurante mais promissor de 2020 - que anuncia sua provável estreia nas listas dos próximos anos -, e a chef Leonor Espinosa, do colombiano Leo, em Bogotá, foi homenageada por seus pares na categoria Chefs Choice Award. Durante a cerimônia, ainda serão anunciados o melhor chef pâtissier, o restaurante mais sustentável e o prêmio Arte da Hospitalidade.

Além das já conhecidas categorias especiais, em 2020, também foi criado o El Espíritu de América Latina, uma seleção de restaurantes casuais, que impactaram positivamente nas comunidades e na gastronomia local neste ano de pandemia, seja por meio de doações de refeições ou de apoio a pequenos produtores. Eles foram escolhidos a partir de recomendações pessoais de chefs e restaurateurs. Seis brasileiros figuram na lista: Capim Santo, de Trancoso, Banzeiro, de Manaus, Altar, Cozinha Ancestral, de Recife, Aconchego Carioca, do Rio de Janeiro, Ori, de Salvador, e o paulistano Mãos de Maria, que além da operação do restaurante, capacita mulheres em situação de vulnerabilidade a entrar no mercado de trabalho.    

Como é formado o ranking

O júri é composto por um número expressivo de gourmets, experts, jornalistas e críticos gastronômicos de toda a América Latina -  são mais de 250 votantes. Cada jurado tem que votar em dez restaurantes - que tenha visitado, obrigatoriamente, nos últimos 18 meses. Do total de escolhidos, ao menos quatro casas precisam estar fora de seu país de origem, ou seja, um jurado brasileiro pode votar no máximo em seis restaurantes situados no Brasil; os demais precisam estar no Peru, México, Colômbia, Chile, Panamá…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?