Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Alimentando os leões - onde comer e beber em Cannes

Por Lillian Vidigal

16 junho 2014 | 20:39 por redacaopaladar

Durante esta semana, o “mundo da publicidade” estará no Palácio de Congressos da Riviera Francesa, na Côte D’Azur, onde começou neste domingo, 15, o Cannes Lions 2014, principal festival de criatividade do mundo.

Entre uma festa e outra, o que esses criativos têm para fazer? Comer bem, ora! E como os craques da publicidade brasileira têm repetido o programa há tempos, conhecem bem as boas mesas locais. Portanto, nada mais oportuno que recomendem seus restaurantes favoritos por ali.

FOTO: Divulgação

O Paladar pegou as sugestões dos bambambãs e, a cada dia desta semana, vai publicar as dicas de um deles. Para facilitar, os restaurantes foram divididos em três categorias. Veja quais são e procure o seu tipo:

CCO

Se você transita pelo Fasano, em São Paulo, Roberta Sudbrack, no Rio, e Amado, em Salvador, é esta categoria indicada para você. CCO é sigla para Chief Creative Officers)

Young Lion

É sua estreia em Cannes. Sua carreira vai deslanchar. Um dia você vai comer escargot com naturalidade, e seus amigos vão achar que você ficou fresco para escolher vinhos. Por enquanto, aqui vão as dicas de lugares que os “big bosses” frequentam, mas até um estagiário consegue bancar. Restaurantes despretensiosos para comer bem e encontrar jovens criativos do mundo inteiro.

Leão de Ouro

Lugares que não são só bons de mesa, são perfeitos para beber no après-congrès – valem para comemorar ou lamentar o número de leões que vêm na bagagem.

JURADO DO DIA

SÁBADO

Anselmo Ramos é CCO e um dos fundadores da DAVID, lançada no final de 2011 com sedes em São Paulo, Buenos Aires e Miami. Conhecer tão bem a gastronomia de Cannes é só consequência de ser frequentador assíduo do festival como delegado,  jurado e um dos criativos mais premiados.

O crachá poderoso do jurado Anselmo Ramos. FOTO: Arquivo pessoal

CCO

“O Mirazur, do Chefe Mauro Colagreco. É um duas estrelas Michelin, eleito 28o pela ranking World’s 50 Best Restaurants. Fica a uma hora e pouco de Cannes, en Menton, mas vale a pena. A melhor comida com a melhor vista. Para comemorar Grand Prix.”

30 Avenue Aristide Briand, 06500 Menton, França

Young Lion

New York, New York. Eles têm uma pizza honesta e mesas enormes no fundo. Perfeito pra ir de última hora, sem reserva e com bando de gente.”

1 Allée de la Liberté Charles de Gaulle, 06400 Cannes, França

O Lenôtre é ótimo para lanches rápidos durante o evento. FOTO: Divulgação

Leão de Ouro

Lenôtre, na Rue de Antibes. Para comer aquele sanduíche rápido antes de sair correndo pro Palais. Tem doces incríveis também para um café no meio da tarde.”

63 Rue Antibes, 06400 Cannes, França

SEXTA

João Livi, o VP de Criação da premiada Talent já esteve em 15 festivais de Cannes. Em qualquer parte do Brasil ou do mundo, Livi se encanta com a gastronomia local e nunca deixa de se surpreender com o quão rica é a mesa do dia-a-dia das famílias brasileiras. Acredita que, num mundo ideal, haveria um acarajé em cada esquina do planeta e abastados do mundo todo vestiriam sua melhor roupa para comer churrasco assado no fogo de chão.

Com 15 idas a Cannes, João Livi elege seus locais favoritos na região. FOTO: Arquivo pessoal

CCO

“O L’Oasis, em La Napoule, é um baita restaurante tocado pelos irmãos Raimbault, que eu imagino serem trigêmeos, dada a absurda semelhança física. Fora o cardápio, a carta de vinhos e o atendimento de alto nível, o lugar é extremamente acolhedor, com um jardim com mesas entre árvores de onde se pode sentir a brisa do mar.”

243 Avenue de Verdun, 06360 Èze, França

No La Mère Besson, o silêncio é recompensado com receitas tradicionais. FOTO: Divulgação

Young Lion

“Há alguns anos, numa noite de leões e celebrações, nossa mesa no La Mère Besson estava tão animada que a dona gentilmente pediu que nunca mais voltássemos. Ainda bem que ela já esqueceu: porque a gente continua indo, só que faz menos barulho. É uma brasserie bem tradicional, fundada nos anos 50. Toldinho vermelho sobre as mesas com toalhas brancas na calçada, uma boa carta de vinhos e uma cozinha consistente, que até virou livro de receitas. O forte é a vitela à provençal, ao lado dos peixes da Côte D’Azur. Mas o cardápio é bem extenso e os preços são honestos.”

13 rue des Freres Pradignac, 06400 Cannes, França

Leão de Ouro

“No meio do caminho entre Cannes e Juan Les Pins , num barracão junto (mesmo) ao mar, fica o Tetou. Tetou é um lugar que parou no tempo. Serve o famoso Bouillabasse, cozido rico de frutos do mar com aparência de moqueca capixaba e muito sabor. O ambiente é simplão, os garçons têm pouco trabalho – dado o menu monotemático – e, num rasgo de autenticidade, não se aceita cartão de crédito. Só no dinheiro. Saque do ATM e vá lá que vale a pena.”

3 Quai Saint-Pierre, 06400 Cannes, França

QUINTA

Como bom mineiro, Marcelo Reis, Sócio e VP da Leo Burnett Tailor Made, uma das agências brasileiras que mais está ganhando Leão em Cannes este ano, é apreciador da comida rústica de sua terra, “porque ela vem temperada com um bom papo”. O que não significa que não aprecie a delicadeza da culinária francesa. “O ‘uai’ e o ‘oui’ nunca tiveram tanto a ver”. Reis é eclético, tanto nas campanhas publicitárias que coloca na rua, como na profusão de sabores que aprecia à mesa.

Reis à frente da orla de Cannes com as bandeiras do festival. FOTO: Arquivo pessoal

CCO

“Se você quiser impressionar e não se importa com o tamanho da conta, uma boa pedida é o La Vague d’Or, três estrelas Michelin. Só a vista do golfo de Saint-Tropez já vale. E tem outras compensações, como a cozinha e o atendimento excelentes. Tem que reservar com bastante antecedência, porque é bem disputado. O legal é chegar cedo para aproveitar a vista inebriante com ótimos aperitivos para antes do jantar. É um bom lugar para os diretores de arte e designers, porque os pratos chegam como se fossem desenhos.”

Plage de la Bouillabaisse, 83990 St-Tropez, França

Young Lion

“O Beija Flor tem preço justo, comida boa e atendimento cordial, principalmente do dono, Christophe, um simpático francês apaixonado pelo Brasil, que não só conhece nosso país como arranha algumas palavras em português. É nítida a apreciação dele por jazz, pelo que se pode observar tanto no som ambiente como nas imagens com dedicatórias de Eidth Piaff e outros famosos jazzistas. É a minha recomendação na ladeira apelidada pelos brasileiros de ‘Pelourin’, que é salpicada de restaurantes com mesinhas na calçada.”

7 Rue Suquet, 06400 Cannes, França

Culinária moderna no Le Tube Flavour Station, um bistrô com algo mais. FOTO: Divulgação

Leão de Ouro

“O Le Tube Flavour Station é um restaurante relativamente novo em Cannes, localizado no final de um beco sem saída, e se intitula de culinária ‘bistronomique’, ou seja, bistrôs que oferecem alta gastronomia com simplicidade a preços módicos. Uma nova moda por aqui. Tem inclusive um menu executivo, que custa 29 euros, e já inclui entrada, prato principal e sobremesa. Apresenta uma culinária internacional e moderna, com um toque francês, assim como sua decoração, também moderna, mas aconchegante.”

10 Rue Florian 06400 Cannes, França

QUARTA

Os olhos azuis atentos a tudo e o cabelo black power transmitem o poder da energia criativa de Hugo Rodrigues, que acumula dois cargos em três agências pertencentes ao Publicis Groupe: é COO (Chief Operating Officer) e CCO (Chief Creative Officer) da Publicis Brasil, Salles Chemistri e Publicis Dialog. Antes de ser um líder premiado, Rodrigues tirou do limbo as campanhas de varejo quando elas ainda eram o patinho feio do mercado. É com seu olhar simples e curioso que ele observa as escolhas dos turistas e dos moradores do Sul da França.

“Tive que sacar um dinheirinho para jantar durante o Festival de Publicidade”: Rodrigues posta foto irônica no Facebook em que tira um barato dos restaurantes caros da região. FOTO: Arquivo Pessoal

CCO

“Primeiro eu gostaria de frisar que este festival é um evento de negócios e network. Então – embora não pareça – esses jantares caríssimos são trabalho. E só são viáveis porque são pagos por pessoas jurídicas. O La Bastide Saint-Antoine tem uma estrela Michelin e fica em Grasse, que é conhecida como a “Cidade do Perfume”. Há mais de trinta anos, o chef Jacques Chibois encanta os cinco sentidos com uma cozinha leve e elegante num ambiente sofisticado que só seria possível na Provence.”

48 Avenue Henri Dunant, 06130 Grasse, França

O simpático bistrô Pastis. FOTO: Divulgação

Young Lion

“Com o euro a mais de três reais, até um cafezinho é caro por aqui. Mas o Pastis é um bistrozinho acolhedor próximo do burburinho do festival, com um menu mediterrâneo tradicional e extenso. Não tem erro.”

28 Rue du Commandant André, 06400 Cannes, França

Leão de Ouro

“Os trailers na beira da praia: eles vendem crepes, sorvetes, waffles, saladas, sanduíches e são pouco explorados… Não que ofereçam nada de muito especial, mas Cannes tem um lado mais simples e mais perto da realidade de um consumidor comum do que muitos imaginam”

Boulevard de la Croisette – ao longo de toda a orla, Cannes, França

TERÇA

Musa entre o casal My, proprietários do Le Jade. FOTO: Arquivo Pessoal

Reconhecido como um dos melhores profissionais de comunicação do Brasil, Fernando Musa começou sua carreira na Ogilvy & Mather em 1995 e promoveu grandes transformações na agência até se tornar CEO, em 2011. Musa é também um dos fundadores da David, agência ligada ao grupo Ogilvy lançada no final de 2011 com sedes em São Paulo, Buenos Aires e Miami. Adora reunir gente interessante em torno de uma boa mesa. Seus restaurantes preferido em Cannes são:

CCO

“Do terraço da bela casa do Lou Fassum, a vista sobre o campo de golf e o horizonte da Riviera é incrível. No menu, se sobressaem os ingredientes locais. Tem uma couve verde recheada que é a marca registrada da casa. O foie gras e o cordeiro são contemporâneos na apresentação, mas clássicos no sabor. A comida combinada com a vista não deixará dúvidas.”

381 Rte de Plascassier, 06130 Grasse, França

Caffe Roma. FOTO: Divulgação

Young Lion

“O Caffe Roma fica bem frente ao Palais des Congrès. Então fica fácil. Comida, ambiente e serviço bons, Tartares bem-feitos, salada niçoise farta, massas e carnes que agradam o mundo inteiro. O forte é a conversa entre as mesas sobre quantos shortlists ou leões cada um conquistou ou se já saiu o resultado desta ou daquela categoria. É o melhor lugar para apurar o que está rolando nos júris fora da sala de julgamento.”

1 Square Mérimée, 06400 Cannes, França

Leão de Ouro

Le Jade. Esse é o meu preferido de longe. Vietnamita com o dono mal humorado. Mas encantador. Aguente o mau-humor e o conquiste. Aí é só deixar ele trazer o que quiser. Esteja preparado para temperos fortes. Dos crepes aos peixes, tudo é muito bom. Clima descontraído. Na calçada. E perto de tudo.”

24 Rue Pasteur, 06400 Cannes, França

SEGUNDA

PJ Cozinhando sua especialidade: bobó, prato típico da cultura iorubá. FOTO: Arquivo pessoal

As dicas de hoje são de PJ Pereira, co-fundador da Pereira & O’Dell, uma das agências que mais vem chamando a atenção do mercado publicitário mundial. Junte uma mente que brilha no Vale do Silício com a alma baiana e guerreira de um legítimo filho de Oxóssi num carioca criativo: este é PJ Pereira. Além de coordenar a criação da agência, ele é autor da trilogia literária Deuses de Dois Mundos, que traz interessantes referências de gastronomia, tanto de restaurantes em São Paulo, como de receitas inspiradas nas lendas dos orixás africanos. Quando está na sua casa, na Califórnia, ele mesmo gosta de cozinhar. Veja o que PJ come quando está em Cannes:

CCO

“Dentre os vários restaurantes gastronômicos, com vistas lindas, o meu predileto é o Mas Provençal, em Èze, no caminho para Mônaco. É um lugar para jantar com amigos próximos ou família. A comida é incrível, com ênfase nos assados regionais como cordeiro, vitela e leitão. A decoração é super exótica: parece uma grande instalação floral. Para quem gosta de maximalismo, porém. O povo do ‘menos é mais’ vai ficar desconfortável lá dentro.”

243 Avenue de Verdun, 06360 Èze, França

Young Lion

“Para quem volta da balada, há sempre o La Pizza, perto do porto. É informal e relaxado. Apesar do nome, o cardápio vai muito além das pizzas. Serve saladas, massas, e frutos do mar provençais bem frescos. Já vi muitos jurados dando uma paradinha por lá depois da semana intensa.”

3 Quai Saint-Pierre, 06400 Cannes, França

O Sea Sens Restaurant tem uma estrela Michelin. FOTO: Divulgação

Leão de Ouro

“As melhores sobremesas estão sem dúvida no restaurante no alto do Hotel V. O restaurante é estrelado e quem faz as sobremesas é Jerôme de Oliveira, campeão mundial da Copa de Pâtisserie de 2009. Eu tentei bastante achar uma que fosse mais ou menos durante o ano que me hospedei lá, mas não achei. Dos simples macarons às goumandises mais elaboradas, todas são de ir de joelhos até a igreja Notre Dame de Bon Voyage, bem na frente do hotel, pra agradecer por cada colherada.”

1 Rue Notre Dame, 06400 Cannes, França

Ficou com água na boca?