Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Alta cozinha japonesa no novo Koon

Mesmo recém-inaugurado, o Koon já rivaliza com outras grandes casas da cidade

12 de maio de 2022 | 03:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Belíssimo restaurante de cozinha japonesa, o Koon acaba de abrir as portas na Rua Dr. Mario Ferraz. O elogio cabe tanto à comida quanto ao ambiente amplo, com pé direito alto, projetado por Otavio de Sanctis à base de madeira, pedra e água. Você vai precisar decidir o que quer comer, antes de escolher seu lugar no balcão, no salão ou na mesa do chef. São três serviços distintos.

NO balcão de sushi você pode se entregar aos cuidados do sushiman Billy Tatsushi (ex-Santa Maria), deixando com ele a escolha de uma sequência de sushis e sashimis

NO balcão de sushi você pode se entregar aos cuidados do sushiman Billy Tatsushi (ex-Santa Maria), deixando com ele a escolha de uma sequência de sushis e sashimis Foto: Elvis Fernandes

No balcão de sushi você pode se entregar aos cuidados do sushiman Billy Tatsushi (ex-Santa Maria), deixando com ele a escolha de uma sequência de sushis e sashimis. Ou pedir à la carte, nesse caso, prove o ceviche de vieiras com crocante de panko, batata doce, cebola roxa e espuma de leite de tigre; Outra bela pedida é o sashimi de lulas cortadas em tiras fininhas e enroladas, imitando o macarrão somen, servido com ikura e wasabi.

Nas mesas no salão o cardápio oferece sushis, sashimis, ceviches e pratos quentes, feitos sob o comando do chef uruguaio Joaquim Laborde.

Para uma experiência mais completa, entretanto, a dica é reservar a mesa do chef – são só seis lugares. A mesa está estrategicamente posicionada entre a cozinha quente e o balcão de sushis. Além da vista privilegiada e do serviço cuidadoso, a comida ali é servida na forma de menu-degustação do tipo kaiseki (originalmente a refeição dos monges budistas, hoje o estilo consiste em uma sequência de pequenos pratos sofisticados). O kaiseki do Koon tem alto nível, tanto no frescor e qualidade dos produtos como nas combinações, na apresentação e no conjunto de sabores.

Ambiente Koon

Ambiente Koon Foto: Elvis Fernandes

Mesmo recém-inaugurado, o Koon já rivaliza com outras grandes casas da cidade. Não por acaso, o sushiman Rafael Hidaka, o sócio que responde pelo conjunto da obra, trabalhou no Ryo, com Edson Yamashita (2 estrelas Michelin), além de ter passado pelo Mee, o restaurante japonês do Copacabana Palace. Ele diz que a ideia é fazer uma cozinha japonesa com jeito brasileiro. Não encontrei muitos vestígios da culinária nacional, mas não senti falta…

A degustação varia, conforme os produtos disponíveis no dia. Na terça-feira da semana passada, além dos pratos já citados, os destaques foram a berinjela com creme de tofu, com molho de missô e sakê e tempurá de cebola. O delicado dumpling de lagosta, cozido no vapor e servido com espuma de shoyu e vinagre japonês foi um dos melhores momentos; e, para encerrar em alto estilo, leitãozinho cozido em baixa temperatura com purê de kabocha e cebola caramelizada. Ah, guarde lugar para o ravioli doce, de manga com creme de yuzu, espuma de manga e sorbet de limão. O sushi omakase custa R$ 450, já o Modern Kaiseki R$ 650.

Serviço 

KŌON

R. Dr Mario Ferraz, 441, Itaim Bibi

Tel.: (11) 3167-5050

Horário de funcionamento: 12h/15h e 19h/23h (sáb., 12h/23h30; fecha dom.) 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?