Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Astrid y Gastón é eleito o melhor da América Latina; D.O.M. fica em 2°

O restaurante limenho Astrid y Gastón, de Gastón Acurio (leia mais abaixo), foi o vencedor da primeira edição do ranking dos 50 melhores restaurantes da América Latina, organizado pela revista inglesa Restaurant. Embora as expectativas apontassem o D.O.M. como provável número um, já que é o latino-americano mais bem colocado no ranking mundial (6º), o restaurante de Alex Atala ficou com a segunda posição e foi eleito o melhor do Brasil.

05 setembro 2013 | 00:37 por redacaopaladar

Gaston Acurio, Astrid Gutsche e Diego Muñoz, do Astrid y Gastón, recebem o prêmio máximo da noite. FOTO: Divulgação

Chefs premiados se reúnem. Os brasileiros estão à direita.

No geral, os brasileiros se saíram bem. Entre os dez primeiros colocados, três são do País:D.O.M. (SP), Maní (SP) e Sudbrack (RJ).Os outros brasileiros que integraram a lista foram o Fasano (SP), Attimo (SP),Mocotó (SP),Epice (SP),Olympe (RJ) e Remanso do Bosque (PA) - este último, dos irmãos Felipe e Thiago Castanho,  recebeu o prêmio especial de restaurante com maior potencial da região. Antes da cerimônia, os irmãos Castanho disseram estar felizes só por estarem em Lima.

Felipe e Thiago Castanho, do Remanso do Bosque, ganham o prêmio de restaurante com maior potencial. FOTO: Divulgação

Além do Astrid y Gastón e do D.O.M., entraram no top 10: Pujol(México, 3° lugar), Central (Peru, 4°), Maní (Brasil, 5°), Biko(México, 6°), Malabar (Peru, 7°), Boragó (Chile, 8°), Tegui (Argentina, 9°) e Sudbrack (Brasil, 10°).

Em clima de união, os chefs brasileiros assistiram juntos à cerimônia do no fundo da sala do Country Club de Lima, no Peru. Descontraídos, comemoravam a cada estrangeiro chamado ao palco: era um sinal de que os brasileiros estariam mais à frente.

A cerimônia começou com uma boa surpresa para o Brasil. O primeiro prêmio da note foi para o Remanso do Bosque, do Pará, eleito o restaurante com maior potencial. O irmãos Thiago e Felipe Castanho, que antes da cerimônia já comemoravam a inclusão na lista, vibraram. Já a gaúcha Helena Rizzo, do Maní, foi eleita a melhor chef mulher da América Latina e viu seu restaurante ser anunciado como o 5º da lista.

Entre os países participantes, a Argentina emplacou o maior número de restaurantes, foram 15 na lista dos 50.

Helena Rizzo recebe o prêmio especial de melhor chef mulher. FOTO: Divulgação

+ Como foi a cerimônia de premiação

Conheça o Astrid y Gastón, o melhor restaurante da América Latina

Filho de político, o peruano Gastón Acurio construiu um império gastronômico que hoje conta com 33 restaurantes. O primeiro e mais gastronômico deles é o Astrid y Gastón, no bairro limenho de Miraflores.

Para ver as fotos do Astrid y Gastón é só dar play (dá até para ver as imagens em tela cheia). FOTOS: Tiago Queiroz/Estadão

Para “contar histórias através dos pratos”, como Gastón define o trabalho de cozinhar, ele propõe aos comensais uma experiência que combina prato, filmes e livreto. O restaurante acaba de lançar seu novo menu degustação baseado no tema “A Viagem”, inspirado nos imigrantes que saíram da Liguria, na Itália, rumo ao Peru. Os pratos misturam as influências italianas com ingredientes típicos peruanos.

Além de ter construído um império gastronômico, com casas restaurantes em países s como Espanha, EUA, Chile, e outros nove), ele é sobretudo um ativista, principalmente em prol de pequenos agricultores e de práticas sustentáveis.

No Brasil, mantém o restaurante La Mar, em São Paulo. Acurio também foi homenageado na premiação dos 50 melhores da América Latina pelo conjunto de sua obra com o prêmio Lifetime Achievement Award.

/ COLABOROU RAFAEL TONON

>> Acompanhe a cobertura completa do 50 Best América Latina 2013

Ficou com água na boca?