Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Chás viram sorvetes e são tema de bate-papo com filósofo italiano

Encontro na próxima terça (8) na Gelato Boutique reúne mestre-sorveteira, sommelière de chás e o filósofo Nicola Perullo para falar de sorvetes feitos com chás e harmonizados com chás

04 novembro 2016 | 13:20 por Ana Paula Boni

Earl Grey e erva-mate fazem pensar em chás e infusões. Mas, pelas mãos de Márcia Garbin, conhecida pelo uso de bons ingredientes e pelas combinações inusitadas em sua Gelato Boutique, eles também passeiam pelo mundo gelado dos sorvetes. São sabores como esses, feitos em parceria com A Loja do Chá, que a mestre-sorveteira relança na próxima semana em sua loja aproveitando o tema de um encontro gratuito que promove na terça-feira (8), às 18h.

Sorvetes feitos com chás e harmonizados com chás guiarão o bate-papo conduzido por Márcia, pela sommelière de chás Carla Saueressig (A Loja do Chá) e pelo filósofo italiano Nicola Perullo.

O evento é parte da programação do festival O Gosto como Experiência, que desde o dia 1º até o dia 10 promove encontros em São Paulo com o filósofo italiano, autor de sete livros sobre filosofia e alimentação, entre eles o título cujo nome batiza o festival organizado pela sommelière de chás Nathalia Leter. Em entrevista ao Paladar nesta semana, Perullo falou sobre algumas de suas teses e sua relação específica com o vinho.

Um dos sorvetes da Gelato Boutique, criado por Márcia Garbin

Um dos sorvetes da Gelato Boutique, criado por Márcia Garbin Foto: Roberto Seba|Divulgação

Ficou com água na boca?

Na Gelato Boutique, os sabores poderão ser degustados durante o evento - tem sorvete de Earl Grey, de limão-siciliano com hibisco, de erva-mate com limão, de iogurte com infusão de frutas vermelhas e de chocolate com especiarias (infusão criada pela Loja do Chá com o nome pão de mel e que leva especiarias como cardamomo e canela).

As técnicas para criar os sorvetes são variadas, conta Márcia, já que envolvem chás puros (feitos de folhas de Cammelia sinensis) e infusões com outras folhas, flores e frutos. No caso da Cammelia sinensis, que dá origem aos chás branco, verde e preto, o sabor é facilmente amargado se a infusão não for feita no tempo certo com a temperatura correta. 

“Já um sorvete de lavanda com erva-doce, por exemplo, dá para deixar infusionando por mais tempo sem extrair amargor da mistura. Em alguns casos, deixo as folhas do chá dentro da massa de sorvete”, conta Márcia sobre um dos sabores que já criou para um festival n’A Loja do Chá, o de caramelo defumado com Lapsang Souchong.

“É um chá chinês preto que tem as folhas secas em cima de uma fogueira, então ele absorve todas as notas defumadas. Para fazer o sorvete, a gente tritura esse chá num pilão e mistura as folhas direto no creme de caramelo, para depois bater o sorvete com o chá dentro.”

A mestre-sorveteira Márcia Garbin

A mestre-sorveteira Márcia Garbin Foto: Roberto Seba|Divulgação

Serviço

Harmonização de sorvetes e chás

Dia 8, às 18h, na Gelato Boutique

R. Pamplona, 1.023, Jardim Paulista

Inscrições gratuitas pelo tel. 3541-1532

 

Festival O Gosto como Experiência

Programação no site do evento

Vendas pelo site Food Pass

 

Ficou com água na boca?