Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Chef de Nova York transforma restaurante estrelado em cozinha de caridade

Daniel Humm, do Eleven Madison Park, em Manhattan, doa três mil pratos por dia para trabalhadores da linha de frente e novaiorquinos carentes

23 de maio de 2020 | 10:00 por Por Roselle Chen, Reuters

O chef Daniel Humm, do Eleven Madison Park, que costuma ser pago com cartões de crédito exclusivos por refeições requintadas, diz que sua mais rica recompensa durante a crise da covid-19 é o sorriso agradecido dos pobres novaiorquinos alimentados pelo restaurante de três estrelas Michelin que ele transformou em uma cozinha para caridade.

Chef Daniel Humm e equipe do Eleven Madison Park preparam refeições para serem doados em Nova York.

Chef Daniel Humm e equipe do Eleven Madison Park preparam refeições para serem doados em Nova York. Foto: Lucas Jackson/Reuters

O restaurante em Manhattan, que foi eleito o melhor restaurante do mundo em 2017 pelo 50 Best Restaurants, está preparando 3.000 pratos por dia para os trabalhadores da linha de frente e os novaiorquinos carentes, a maioria distribuídos em uma igreja do Harlem.

“Outro dia, uma pessoa disse: ‘Oh meu Deus, esta é a melhor refeição que já tive’”, declarou Humm, em pé dentro de seu restaurante escuro e vazio, que foi fechado em meados de março por causa da pandemia de coronavírus.

Trabalhando ao lado da Rethink Food, uma organização sem fins lucrativos de Nova York, que transforma as sobras de restaurantes em pratos para os menos favorecidos, Humm e sua equipe produzem algumas das 90.000 refeições que são servidas semanalmente aos necessitados durante a pandemia.

“Quando essa crise começou a acontecer e tivemos que desligar as luzes por um minuto, ficamos um pouco chocados como todo mundo”, disse Humm. “Mas então, rapidamente, sentimos que queríamos ajudar da maneira que podemos.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências