Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Chef francês Sébastien Bras devolve suas estrelas Michelin

Pressão imposta pelo ranking prejudicou a rotina do restaurante, segundo o Chef. Guia aceitou a devolução

31 janeiro 2018 | 20:06 por Redação Paladar

Sébastien Bras, chef do Le Suquet, em Laguiole, na França, decidiu abrir mão das três estrelas de seu restaurante - certificado pelo guia Michelin desde 1999 - para poder voltar a criar. Ele argumentou que a pressão de servir os jurados do guia fez com que a operação do restaurante se tornasse tensa e pouco criativa. Bras garantiu que continuará buscando excelência em seu estabelecimento, mas abrindo um novo capítulo na cozinha. 

O cobiçado, e agora também polêmico, guia

O cobiçado, e agora também polêmico, guia Foto: Benoit Tessier|Reuters

A publicação francesa decidiu acatar o pedido do chef, feito em setembro, mas não sem antes hesitar. Foram mais de quatro meses até receber uma resposta. Apesar de já ter removido outros nomes da lista, os motivos mais comuns são aposentadoria ou mudanças no comando dos restaurantes. 

Conterrâneo de Bras, Jérôme Brochot, tomou decisão semelhante no final de 2017. O chef chegou à conclusão que não conseguiria manter aberto seu restaurante, o estrelado Le France, localizado em Montceau-les-Mines, na Borgonha, se mantivesse os padrões impostos pelo guia. A casa, localizada em uma cidade interiorana com altos níveis de desemprego, volta agora às origens com uma cozinha mais rústica e acessível. 

Polêmica também na Ásia. A chef Supinya Junsuta, do restaurante de rua Raan Jay Fai, em Bangcoc, recebeu uma estrela Michelin, mas já pensa em devolvê-la. Preparando pratos como omelete de caranguejo, seu restaurante tem preços populares e, apesar da entrada no ranking, ela não reajustou o preço dos pratos para não prejudicar os clientes habituais. Resultado: o espaço se tornou um ponto turístico, com pessoas se aglomerando só para tirar fotos e filmar - afastando os clientes reais.

O Guia Michelin fez sua estreia na Tailândia em dezembro em 2017, distinguindo 14 restaurantes com uma estrela e três com duas. 

 

Ficou com água na boca?