Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Chef Renata Vanzetto estreia Mico, de cozinha mediterrânea

Novo restaurante fica no andar de cima do restaurante Miado; cardápio dá ênfase a receitas árabes

29 de março de 2022 | 15:00 por Danielle Nagase, O Estado de S.Paulo

Mico aposta na "cozinha mediterrânea sem vergonha", com ênfase nas receitas árabes.

Mico aposta na "cozinha mediterrânea sem vergonha", com ênfase nas receitas árabes. Foto: Gustavo Steffan

Não é preciso ser um “seguilouco”, como a chef batizou seus seguidores mais assíduos, para saber que o novo Mico se trata de (mais) um restaurante de Renata Vanzetto - quem gosta de gastronomia e acompanha as novidades do meio com um pouco mais de atenção também é capaz de matar a charada. Veja só: um restaurante novo, instalado no mesmo quarteirão da Bela Cintra que abriga o Ema, o MeGusta, o Mé e o Matilda; seu nome começa com a letra “M”, e faz chacota de si próprio (a saber, o grupo detentor de todos esses restaurantes também está à frente do Muquifo e do Miado). Mais claro que isso, só contando que para alcançar a escada que leva ao Mico é preciso atravessar o salão todinho do Miado.

Dessa vez, a chef investe numa “cozinha mediterrânea sem vergonha”, que pende muito mais para o lado árabe - a começar pelo frasco de Pimentine (molho de pimenta com tahine) disponível nas mesas.

Platô Mico Leão Dourado reúne uma porção de entradinhas.

Platô Mico Leão Dourado reúne uma porção de entradinhas. Foto: Gustavo Steffan

A ordem ali é compartilhar. “Peça uma proteína, pastinhas, uma salada e acompanhamento”, sugere o cardápio. Se estiver num grupo grande, com quatro ou mais pessoas, peça logo o Platô Mico Leão Dourado (R$ 210), que reúne um pouquinho de quase tudo que aparece na seção de entradas: as pastas da casa - coalhada com azeite de urucum, homus de beterraba, homus de coentro, babaganoush, manetti (de pimentão) e tzatziki (de iogurte com pepino) -, charutinhos de uva, croquete de babaganoush, faláfels, queijo feta com azeitonas marinadas, tremoço, lentilha frita, molhos de tahine e de alho picante, além de palitinhos de cenoura crua e pão pita quentinho para chuchar.

Ainda na seção de abre alas, as conchas e fritas (R$ 75) trazem mexilhões puxados no vinho branco com bastante tomate e temperos, alcaparras e azeitonas pretas, com ótima porção de batatas fritas, fininhas, para acompanhar. Há duas opções de kibe: uma crua (sim, é a do Ema; R$ 43), com atum no lugar da carne, semente de romã, hortelã, trigo e coalhada seca, e outra frita (R$ 30; duas unidades) de carne e castanha de caju.

O parede do salão do Mico, novo restaurante da chef Renata Vanzetto.

O parede do salão do Mico, novo restaurante da chef Renata Vanzetto. Foto: Gustavo Steffan

Na seção de “principais”, fazem sucesso a kafta de cordeiro grelhada (R$ 58, duas unidades), servida com molho tzatziki, e o polvo (R$ 174; quatro tentáculos) puxado no vinho branco, alho, salsa e limão-siciliano e servido com batata dourada e creme de alho picante. Está em trio? Aposte, então, na paleta de cordeiro (R$ 235) assada lentamente, por horas, incrementada com um molho de ervas e ossos. Se for vegetariano, dê uma olhada na berinjela ao forno (R$ 35), montada com um interessante molho de tomate com canela, finalizada com coalhada seca.

Se achar necessário reforçar o pedido, escolha entre o arroz sírio com cabelinho de anjo e amêndoas (R$ 22) e o risoni frio com nozes, parmesão, tempero sírio e tomatinhos frescos (R$ 25).

A tortinha bruleé de tahine (R$ 22) e o brigadeiro quente de pistache (R$ 40) parecem ter potencial para fechar o jantar com chave de ouro - mas no dia da visita do Paladar, tais sobremesas não estavam disponíveis. Fica para a próxima.

No almoço de terça à sexta, a casa trabalha com menu executivo e com o cardápio à la carte reduzido. Ah, não se esqueça de fazer reserva, inclusive durante a semana - o restaurante, que abre oficialmente hoje (29), tem operado com salão lotado em todos os períodos. Ao que parece, tem muita gente a fim de pagar um mico.

Serviço

Mico

Onde: R. Bela Cintra, 1.533  (dentro do Miado)

Funcionamento: 12h/15h e 19h/23h (sáb. 13h/17h e 19h30/23h; dom. 13h/17h) 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Mais lidas