Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Como se diz 'basco atrevido' em chinês?

Não é a primeira tentativa de um chef estrelado ibérico montar um restaurante na China. Xavi Franco, 1 estrela Michelin, do Saüc de Barcelona foi anos atrás e flopou totalmente. Não deu conta das dificuldades da burocracia e de adaptar produtos para seus pratos. Mas neste entretempo a China mudou, houve a Olímpíada e o surgimento de uma classe com dinheiro para gastar com o lazer e a cozinha ocidental refinada.

28 setembro 2009 | 06:22 por luizhorta

Hoje, 28 de setembro, Martin Berasategui, o famoso 3 estrelas basco, inaugura seu Martin Restaurant, em Xangai. No momento exato em que este post é escrito (6:22 da manhã no Brasil), ele anuncia no seu twitter: “Desde Shanghai, llegó el día D, la hora H, estamos a punto de caramelo, inauguramos nuevo restaurante AHORA, ¡Garrote!”

Mas ele não é de maluquices aventureiras. Além da precaução que tomou (conta no seu blog ter experimentado -até a exaustão- como reproduzir alguns clássicos de sua cozinha fora do habitat natural das receitas) escolheu uma cidade historicamente mais cosmopolita.

O restaurante fica num casarão chamado Ville Rouge, antiga mansão francesa do tempo do “mandato europeu” na cidade, em 1921.

[Ville Rouge, divulgação]

Se conseguir a proeza, Berasategui demonstrará que comida viaja e que é possível dar uma de Marco Polo na rota inversa. Façanha digna de um Tintin de Lasarte, a pequena aldeia próxima a San Sebastian, seu quartel-general.

{Tintin Berasategui vai à China. Imagem Hergé, capa da edição chinesa do Loto Azul]

Ficou com água na boca?