Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Confira dez bares paulistanos que já estão com as portas abertas

Já dá para tomar seu drinque ou cerveja artesanal preferida direto do balcão do bar; veja roteiro

27 de agosto de 2020 | 14:03 por Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

De mansinho, a cena boêmia paulistana vem retomando seu fôlego. Se no começo da reabertura poucos bares decidiram subir suas portas - por conta do horário restrito de funcionamento, até às 17h -, com a flexibilização do horário - que agora permite estabelecimentos abertos até às 22h -, mais e mais bares têm tomado coragem para ressuscitar o movimento no balcão.

Bares retomam atendimento presencial em São Paulo.

Bares retomam atendimento presencial em São Paulo. Foto: Jeenah Moon/The New York Times

Confira a seguir uma lista de onde já é possível tomar um drinque ou cerveja artesanal. Mas, antes, fica combinado: não seja o sem noção que bebe além da conta e se esquece do distanciamento e da máscara ao levantar da mesa, certo? Encher o saco do garçom para ocupar a mesa com mais de seis pessoas também não vale.    

Ambar 

O bar cervejeiro de Pinheiros voltou a receber os clientes no salão no dia 23 de julho e, desde o dia 7, abre também no período noturno. São 15 torneiras de chope rotativas, além de geladeiras repletas de opções engarrafadas. Para saciar a fome, o cardápio é variado, com opções para compartilhar como as fritas Lox, batatas com salmão defumado e sour cream (R$ 29). R. Cunha Gago, 129, Pinheiros, 3031-1274. 12h/14h e 18h/22h (sáb. e dom. 12h30/18h30; fecha 2ª).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ambar Cervejas Artesanais (@ambar_cervejasartesanais) em

 

Astor

Não estranhe o clima calmo no reduto boêmio da Vila Madalena. Algumas mesas foram retiradas do salão para manter o distanciamento, mas o chope gelado e as caipirinhas continuam as mesmas por ali. O menu está mais enxuto, mas segue com os clássicos da casa, como a porção de canapés de steak tartare (R$ 32, 6 unidades) e o picadinho acompanhado de arroz, farofa, ovo frito e pastel, caldo de feijão (R$ 63). R. Delfina, 163, Vila Madalena, 5555-2351. 12h30/14h30 e 18h/22h. (sáb. 16h/22h; dom. 12h30/18h30). 

Belle Époque

A casa que nasceu em meio à quarentena abre, pela primeira vez, seu balcão na Vila Madalena para o público. A carta assina pelo bartender Chris Carijó (ex-Negroni) busca resgatar clássicos da época que dá nome ao bar, com pedidas como o Aviation, com gim, maraschino, limão-siciliano e licor de creme de violeta (R$ 35). O bar também conta com uma carta certeira de cachaça. R. Mourato Coelho, 575, Pinheiros. 16h/22h. (dom.: 13h/19h; fecha 2ª).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Belle Époque Bar (@belle_epoquesp) em

 

Moela 

Apesar do curto período de portas abertas pré-pandemia, o bar na Santa Cecília angariou seleção de fãs devido a suas porções de miúdos e bolinhos variados. Agora, já de portas reabertas, recebe os clientes que fizerem reservas (via direct no Instagram @barmoela) para as poucas mesas do minúsculo salão. R. Canuto do Val, 136, Santa Cecília, 9933-55556. 16h/22h (sáb. e dom., 12h/17h; fecha 2ª).  

Negroni 

A dupla pizza e negroni que consagrou a casa continuam as mesmas, só não podem mais ser degustadas no balcão, apenas nas mesas, que agora são separadas por barreiras de acrílico para garantir o isolamento. Não deixe de provar a Diávola, com calabresa picante, parmesão, picles de cebola e pimenta-biquinho, erva doce e alecrim (R$ 40). R. Padre Carvalho, 30, Pinheiros. 2337-4855. 17h/22h (fecha 2ª). 

Pitico 

O quintal mais acolhedor do Baixo Pinheiros já retomou as atividades, adequando-se às novas regras de funcionamento. Nada de socializar de pé entre as cadeiras de praia, apenas sentado nas mesas e em grupos de no máximo seis pessoas. Não trabalham com reservas, apenas por ordem de chegada. R. Guaicuí, 61, Pinheiros, 3360-2608. 16h/22h (sáb. e dom.: 15h/21h; fecha 2ª).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pitico (@piticofalafel) em

 

Soma Cervejaria 

O brewpub inaugurado em julho, em Moema, estreou primeiro nos aplicativos de delivery, mas agora já recebe os clientes para degustar o chope produzido no local. São seis opções de cerveja nas torneiras, direto do tanque: american pale ale, hop lager, new england ipa, schwarzbier, sour e wit. Para acompanhar, o cardápio traz pedidas descomplicadas, como pastéis, bolinhos e hambúrgueres. Av. Miruna, 561, Moema. 17h/22h. (Sáb. e dom.: 13h/19h; fecha 2ª e 3ª).

Tap Tap 

Instalado próximo à Praça Roosevelt, o estiloso bar, que conta com mais de 10 torneiras de cerveja, reabriu as portas nesta semana com algumas novidades na carta, algumas exclusivas, como a cerveja do projeto All Together (R$ 27; 473 ml) da Cervejaria Loop e a All Together da Bastards Brewery (R$ 32; 473ml). Para comer, prove o choripan da casa (R$ 28), prensado no pão francês redondo com queijo brie e molho chimichurri. R. da Consolação, 455, Consolação. 98594-8364. 16h/22h (sáb. 13h/22h; dom. 13h/21h). 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Térreo (@terreobar) em

 

Térreo

No Largo do Arouche, quase vizinho do La Casserole, o bar de ar despojado já recebe os clientes na sua varanda externa, assim como no salão que perdeu algumas mesas. Na carta de drinques, vale ir nos clássicos, como o dry martini (R$ 28) acompanhado por uma das porções de inspiração estrangeira, exemplo o devils on a horseback, ameixas enroladas em bacon com gorgonzola derretido (R$ 21). Lg. do Arouche, 77, República. 5ª e 6ª 17h30/22h (sáb. e dom. 16h/22h)

Vero!  

Com ambiente inspirado na cidade de Verona, o bar instalado na Praça dos Omaguás, em Pinheiros, reabriu suas portas com uma novidade: aos finais de semana, a casa oferece um variado cardápio de brunch, com sugestões como o waffle de pão de queijo e a tostada de avocado, pensada para acompanhar os drinques refrescantes da casa. Pça. dos Omaguás, 62, Pinheiros, 97482-3451. 16h/22h (fecha 2ª e 3ª). 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências