Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Confira roteiro de bares de vinho, que estão se espalhando pela cidade

Elevado Bar é uma das casas especializadas em servir rótulos em taças, que pipocam por São Paulo

08 de fevereiro de 2020 | 06:00 por Talita Marchao, Especial para o Estado

Entre as novidades, está o Elevado Bar, na Santa Cecília, com boa variedade de vinhos vendidos em taças e o Gino Wine Bar, que oferece ao menos 30 rótulos, rotativos, a maioria italianos. Confira o roteiro completo abaixo. 

Elevado Bar

Aberto há quatro meses, o Elevado Bar já está na lista de lugares queridinhos de quem frequenta o circuito boêmio de bares e restaurantes entre os bairros da Santa Cecília e da Vila Buarque. Com a proposta de servir vinho para todos os bolsos, a casa tem uma seleção diária dos 20 rótulos vendidos na taça. Na carta fixa, há cerca de 120 rótulos de mais de dez países. Tudo selecionado pelo sommelier Leandro Mattiuz, que antes trabalhava para a importadora e enoteca Decanter.

Elevado Bar, especializado em vinhos, fica entre a Santa Cecília e a Vila Buarque

Elevado Bar, especializado em vinhos, fica entre a Santa Cecília e a Vila Buarque Foto: Tiago Queiroz/Estadão

O chef Thales Peixe, que participou do reality The Taste Brasil, comanda a cozinha. Além de queijos e embutidos com pão artesanal, o cardápio inclui o tostex de queijo gruyère e parmesão, que tem variações com chorizo ou cebolas caramelizadas. Há ainda pratos exclusivos por dia, o steak tartare é um deles. A carta tem cachaças e drinques.  

Onde: R. Jesuíno Pascoal, 16, Vl. Buarque. 8h/0h (fecha dom. e 2ª)

 

Gino Wine Bar

Além de investir em pequenos produtores artesanais de vinho, o sommelier Gianluca Zucco faz no sábado (8) a primeira edição do projeto Amigos no Gino. A partir das 18h, Anselmo Brigantini prepara coquetéis (R$ 28) de espumante e de vinho laranja com bourbon e vermute. A carta de vinhos do Gino Wine Bar é rotativa e tem cerca de 30 rótulos listados na lousa de giz –é cuidadosamente selecionada pelo sommelier italiano – incluindo alguns rótulos “filhos únicos”.  Tábua de queijos e embutidos e pães acompanham os vinhos. 

Onde: R. Cônego Eugênio Leite, 1.164, Pinheiros, 98196-9016. 3ª e 4ª 18h/23h (5ª e 6ª até 0h; sáb., 18h/23h30; fecha dom. e 2ª)

Gianluca Zucco, dono do Gino Wine Bar

Gianluca Zucco, dono do Gino Wine Bar Foto: Leo Martins

 

Vai de Vinho

O canal no YouTube ganhou endereço fixo em um sobrado na zona sul. A casa tem preços camaradas no happy hour entre terça e sexta-feira: das 18h às 20h, as taças de dois rótulos custam R$ 10 cada. Aos sábados, o rodízio (R$ 53) tem quatro rótulos servidos entre 20h e 22h. Entre as opções de petiscos há queijos e mix de castanhas, mas o bar libera para que os clientes peçam delivery, tragam algo de casa ou até mesmo apostem na pizza vendida ao lado. O cardápio do vizinho já fica disponível para facilitar, e os funcionários ajudam a harmonizar o vinho com a refeição que você escolheu.

Onde: R. João de Souza Dias, 377, Campo Belo, 99020-3656. 18h/0h (fecha dom. e 2ª)

 

Sede 261

Só vinho: é assim que as sommelières Daniela Bravin e Cássia Campos descrevem o pequeno bar que comandam há dois anos em Pinheiros. Não há carta fixa, e a seleção é feita por elas a cada dia. Para matar a curiosidade dos amantes da bebida, alguns rótulos que serão servidos são apresentados no Instagram da casa pelas proprietárias. 

Onde: R. Benjamim Egas, 261, Pinheiros. 5ª e 6ª, 17h/23h; sáb., 14h/21h (fecha de dom. a 4ª)

 

Beverino

Vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais são a principal atração do Beverino. A cada dia, seis rótulos são escolhidos para venda em taça. O ambiente simples passou por reforma para acomodar mais pessoas. O cardápio, com produtos orgânicos, muda semanalmente.

Onde: R. General Jardim, 702, Vila Buarque, 98438-3597. 4ª a sab 14h/0h; dom 13h30/17h30 (fecha seg. e ter.)

Beverino, bar dedicado aos vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais, com cartas curtas e sazonais

Beverino, bar dedicado aos vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais, com cartas curtas e sazonais Foto: JF Diorio/Estadão

 

Dionysos

O boteco de vinho fica em uma casa com varanda no bairro de Pinheiros, onde o atrativo é a oportunidade de pedir, em taça, qualquer um dos cerca de 100 rótulos disponíveis. O Dionysos oferece ainda aula com degustação (R$ 90), incluindo três rótulos – tudo acompanhado pelo sommelier Tafael Marcon, um dos sócios da casa. Tem também delivery de vinhos, destilados, cerveja e até mesmo tábuas de embutidos e queijos (11-98964-9582 pelo WhatsApp, com a vantagem das dicas do Tafael).

Onde: R. Dep. Lacerda Franco, 207, Pinheiros, 98964-9582. 19h/0h (fecha dom e 2ª) 

Bar de vinhos em Pinheiros tem boa seleção com garrafas de pequenos e grandes produtores

Bar de vinhos em Pinheiros tem boa seleção com garrafas de pequenos e grandes produtores Foto: Daniel Teixeira/Estadão

 

Vino!

A casa não tem carta de vinhos, já que a ideia é que você possa escolher sua opção entre os mais de 350 rótulos disponíveis, tudo com preço rabiscado nas garrafas nas prateleiras. As garrafas que custam até R$ 500 podem ser abertas e vendidas em taças, vai do gosto (e do bolso) do cliente. A novidade do Vino! é o Wine Flight de verão, que oferece seis taças de 75 ml de rótulos diferentes por R$ 89. A escalação é fixa, com um vinho português, dois chilenos e três argentinos. Para acompanhar, menu criado pelo chef Flávio Miyamura. 

Onde: R. Fradique Coutinho, 47, Pinheiros. Tel.: 2614-0145. 3ª a 5ª, 16h/0h; 6ª e sáb até 1h (fecha dom. e 2ª)

 

Bocca Nera

O rodízio de vinhos fica em meio aos bares da Vila Madalena. Com clima informal, são servidos 15 rótulos – na quantidade e no ritmo do cliente – incluindo espumante ao branco, tinto e rosé. Os valores são de R$ 79,90 entre terça-feira e quinta; R$ 89,90 às sextas e sábados. O menu tem opções de entradas e pratos quentes à parte do rodízio. É aconselhável fazer a reserva antecipada. 

Onde: R. Mourato Coelho, 1.160, Vila Madalena, 3031-5171. 18h30/0h (fecha dom. e 2ª). De 3ª a 5ª, R$ 79,90; 6ª e sáb., R$ 89,90

 

Prosa e Vinho

A mistura de bar e loja no 3º andar da Galeria Metrópole tem vista para a Praça Dom José Gaspar. O destaque do Prosa e Vinho é para o vinho pelo preço de um chope – sempre há pelo menos um rótulo vendidos a R$ 12 a taça.  A casa oferece cerca de 11 rótulos em taça, mas tem quase 400 disponíveis em garrafas. Para petiscar, há empanadas. Quem quer uma refeição mais completa pode pedir qualquer coisa do cardápio do restaurante vizinho na galeria, o Feijão do Norte, e o serviço vem até você. 

Onde: Av. São Luís, 187, piso 3, República, 3151-3692. 12h/22h (sáb., 11h/18h; fecha dom.)

 

Empório do Tuga

Dos 300 rótulos da casa, cerca de 80 são portugueses – o proprietário, o enólogo Pedro Carvalho, é dono de uma vinícola na região do Douro, em Portugal. Além dos vinhos em taças em garrafas, o empório vende ainda destilados e cervejas. Aos sábados, há degustação de ostras frescas harmonizadas com vinho rosé (3 ostras por R$ 15). Até o fim do verão, o espaço realiza um festival de vinhos e espumantes mais leves e refrescantes.

Onde: R. Ministro da Rocha Azevedo, 844, Jardim Paulista. 4305-4140. 11h/23h 2ª a sab (fecha dom.)

O Wine Bar de inspiração portuguesa Empório do Tuga, no Jardim Paulista

O Wine Bar de inspiração portuguesa Empório do Tuga, no Jardim Paulista Foto: Tadeu Brunelli

 

Bardega

O diferencial são as 12 máquinas, cada uma com oito rótulos, em que você pode se servir. A grande vantagem é poder degustar em pequenas doses (30 ml a partir de R$ 5) antes de comprar as taças maiores, com 60 ml e 120 ml. São mais de 110 rótulos para harmonizar – quase 100 deles disponíveis para degustação; apenas os espumantes não ficam nas máquinas –, alem de opções de pratos quentes, frios e sobremesas.

Onde: R. Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 218, Itaim Bibi, 2691-7578. 18h30/1h (fecha dom. e 2ª)

 

LiBar

O bar fica dentro da escola Ciclo das Vinhas, da sommelière Alexandra Corvo. Durante a semana, o local tem aulas para amadores e profissionais, enquanto o balcão de vinhos abre entre 12h e 20h para os clientes. São vendidos 11 rótulos cuidadosamente selecionados, entre eles cinco branco, cinco tintos e um rosé. Tanto a taça (R$ 28) quanto a garrafa (R$ 110) têm preços fixos.  A biblioteca da escola tem ainda mais de 100 livros selecionados sobre o tema. 

Onde: Artur de Azevedo,502, Pinheiros. 3284-3626. (fecha dom.)

 

Ovo e Uva

O bar de vinhos sem frescura, como se intitula, tem mais de 250 rótulos disponíveis para harmonização com petiscos e pratos. A casa, que funciona como uma mistura de bar, restaurante e rotisserie, é famosa pelo galeto assado aos domingos. Tem ainda, durante a semana, almoço executivo (R$ 32) com uma taça de vinho português por R$ 12.

Os proprietários do Ovo e Uva, os sommeliers João Renato da Silva e Fernando Perazza, se revezam no atendimento informal aos clientes durante os horários de almoço e jantar. O vinho da casa, o Uva Viva (R$ 19 a taça), é produzido na Vinícola Maximo Boschi, em Bento Gonçalves (RS).

Onde: R. Mateus Grou, 286, Pinheiros. 3085-3070. 3ª 12h/15h e 18h/23h; 4ª e 5ª 12h/15h e 18h/0h; 6ª e sab. 12h/0h; dom. 12h/22h (fecha 2ª).

Ovo e Uva, bar de vinhos em Pinheiros

Ovo e Uva, bar de vinhos em Pinheiros Foto: Ovo e Uva

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?