Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

"Curso Paladar Alta Performance é privilégio"

Durante três dias, chefs, restaurateurs e interessados em empreender na área de gastronomia se reuniram no auditório do MIS para aprender as lições e segredos de grandes expoentes do setor no País

27 maio 2015 | 19:07 por redacaopaladar

A primeira edição do Curso Paladar de Alta Performance terminou ontem, em clima de muito entusiasmo. As aulas, duas por dia, realizadas entre segunda e quarta-feira, atraíram mais de cem pessoas, todas atentas aos ensinamentos de Belarmino Iglesias Filho, do Grupo Rubaiyat; Ricardo Trevisani, do Loi Ristorantino; Ana Soares, da Mesa III; Arri Coser, do NB e do Maremonti; Marco Suplicy, do Suplicy Cafés Especiais; e o trio Chico Ferreira, Gil Carvalhosa Leite e Paulo Bitelman, do Le Jazz.

FOTO: Diogo Vellado/Divulgação

O curso, desenvolvido para atender empresários do ramo de alimentos e bebidas – ou para quem planeja abrir um restaurante, um bar, um café ou qualquer outro empreendimento gastronômico – abordou temas como gestão, serviço, finanças, treinamento, qualidade de produto e outros mais.

A ideia era apresentar casos de sucesso e experiências reais, com muitas histórias inspiradoras e ferramentas práticas para melhorar a gestão dos negócios. “Foi simplesmente uma experiência incrível”, resumiu Ricardo Trevisani.

O evento foi no auditório do Museu da Imagem e Som (MIS), de manhã e à tarde. O público participou ativamente, com muitas perguntas, e mostrou satisfação com o conteúdo das explanações. Ricardo Mucciari, do Pietro Casa do Chop, em Poços de Caldas (MG), destacou o “privilégio de ter acesso a um tipo de conhecimento raro para quem está no interior”. Deborah Villas-Bôas Dadalt, do Spa do Vinho, na Serra Gaúcha, elogiou o nível dos debates: “É ótimo encontrar outros empreendedores e ver a possibilidade de avançar na discussão de muitos assuntos”.

A chef Ana Soares, falando de sua trajetória e apresentando caminhos para a consultoria de bares e restaurantes, emocionou a audiência com histórias inspiradoras, instando os empresários a pensar fora do convencional. “O curso foi um luxo, cheio de figuras fabulosas e casos muitos interessantes”, disse.

Paulo Bitelman, do Le Jazz, ressaltou a chance de unir informações de todos os setores de um restaurante: “Foi um bombardeio de ideias, de visões que se complementam”. Ontem, ao final do ciclo, um coquetel reuniu plateia e palestrantes, sintetizando o clima do evento: mais do que concorrentes, eles estavam ali como colegas de segmento. “Poder compartilhar conhecimento é um prazer. Num evento como este, isso fica melhor ainda”, definiu Arri Coser.

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 28/5/2015

Ficou com água na boca?