Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Drive thru é saída para restaurantes e bares durante a pandemia

Ao menos 15 restaurantes estrearam o serviço nesta quarentena; o Paladar testou alguns deles 

21 de julho de 2020 | 05:00 por Danielle Nagase e Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

Esqueça as cabines subsequentes para pedir, pagar e retirar sua comida com a comodidade de não sair do carro. O drive thru, que ganhou novo fôlego durante a pandemia do novo coronavírus, tem ar, digamos, mais improvisado, mas, ainda assim, cumpre a sua proposta. Ao menos 15 estabelecimentos (e não só fast foods) estrearam a modalidade nessa quarentena em São Paulo.

“A operação do drive thru é mais enxuta e demanda menos do que reabrir o restaurante. É tudo muito rápido, além, claro, de ser mais seguro. O contato com o cliente é mínimo”, diz Gabriel Prieto, sócio do Fôrno.

Drive thru do Fôrno oferece sanduíche de pastrami, joelho de porco e costelinha.

Drive thru do Fôrno oferece sanduíche de pastrami, joelho de porco e costelinha. Foto: Fôrno

 Apesar do restaurante operar com sistema de delivery, Prieto percebeu que a demanda pelo carro-chefe da casa, o sanduíche de pastrami no pão de campanha, ainda não estava suprida. O serviço estreou há quatro semanas - nos primeiros finais de semana, o sanduba esgotou antes da hora de fechar. Basta encostar seu carro ali para fazer o pedido, de quinta a domingo, quanto também rolam outras pedidas, como o joelho de porco e costelinhas com molho barbecue. “Tudo leva, no máximo, cinco minutos”, garante Prieto.

Fã confessa do McDonald's, a hamburgueria Patties, que tanto se inspira no padrão e nos itens do cardápio da rede, não ficou de fora da tendência - o Méqui, aliás, como é chamado carinhosamente por aqui, é um dos precursores do drive thru na cidade (desde 1984) - atualmente, são 82 lojas que oferecem o serviço na capital paulista. Somente na unidade do Itaim, dá para pedir os hambúrgueres fininhos do Patties sem sair do carro. Funciona assim: o cliente entra na fila de carros que se forma do outro lado da Professor Atílio Innocenti (não se esqueça de ligar o pisca alerta); um funcionário de suspensório e gravata borboleta azul atravessa a rua, anota o pedido, faz a cobrança e volta para o restaurante. Na última terça (14), o combo de hambúrguer, fritas e milkshake saiu em menos de dez minutos.

No Patties do Itaim Bibi, atendimento é feito do outro lado da rua.

No Patties do Itaim Bibi, atendimento é feito do outro lado da rua. Foto: Danielle Nagase/Estadão

Um dos pioneiros dessa nova leva, o Coco Bambu oferece o serviço em seis das 11 unidades da rede na Grande São Paulo. “Fácil, rápido, seguro” ou “Peça sem sair do carro”, dizem os posts no Instagram do restaurante (@cocobambuoficial) que anunciam o serviço. Mas não foi bem assim. Na última quarta (15), a reportagem fez o teste do drive thru na unidade do Anhembi. Com demora no retorno via Whatsapp (é possível tentar adiantar o pedido pela plataforma), partimos para a tentativa presencial. No restaurante, a surpresa: fomos orientados pelo manobrista a sair do carro para efetuar o pedido, num caixa instalado na área externa. Ora, se tem que sair do carro, não é drive thru. Em resposta, a unidade afirma que houve um erro de comunicação por parte do funcionário terceirizado e que já conversou com a equipe para ajustar o serviço (também disponível nas unidades Anália Franco, SP Market, JK, Santo André e Guarulhos).

N'A Torteria, drive thru funciona em Pinheiros, Higienópolis e Morumbi.

N'A Torteria, drive thru funciona em Pinheiros, Higienópolis e Morumbi. Foto: Carol Gherardi

Na cantina Gigio, na Rua dos Pinheiros, o cliente faz o pedido dentro de carro e aguarda na via, com o pisca alerta ligado, enquanto a comida é preparada no restaurante. Um funcionário todo paramentado, com luvas e máscara, traz o seu conchiglione Gigio, um dos clássicos da casa, com ricota, mussarela de búfala, manjericão e molho napolitano.

Siga as placas

O shopping Villa Lobos montou todo um esquema (em operação desde maio) para dar vazão aos pedidos dos 14 restaurantes instalados dentro do complexo. Placas posicionadas desde a entrada indicam o percurso que o cliente precisa percorrer, de carro, para retirar seu pedido. A escolha da vez foram os cortes de carne argentinos do Cortés, cujo cardápio está disponível no Instagram (@cortesasador). O pedido foi feito por telefone antes de sair de casa. Na chegada, bastou ligar novamente no restaurante e, em menos de dois minutos, a atendente nos encontrou no local indicado com o almoço e a maquinha de cartão. O desafio fica só por conta de conseguir esperar chegar em casa para abrir a sacola e comer.      

SERVIÇO

Bologna

Na tradicional rotisseria, pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (99410-3465) ou na própria loja - basta buzinar para ser atendido. R. Augusta, 379, Centro. 3256-1108. 10h/20h.

Ema

Da chef Renata Vanzetto, oferece cardápio autoral. Pedidos devem ser feitos pelo WhatsApp (98232-7677) com 30 minutos de antecedência. R. Bela Cintra, 1.551, Jardins. Almoço: 12h/15h (seg., ter. e dom. fecha). Jantar: 18h30/23h (seg. e dom. fecha)

Coco Bambu

Pedidos podem ser adiantados pelo Whatsapp - Anhembi (97436-8054),  Anália Franco (99701-6827),   Guarulhos (93321-8786), JK (95976-9800),  Santo André (98016-0800) e SP Market (97637-3605) - ou feitos pessoalmente nas unidades.  

Cortés

Escolha o prato no cardápio disponível na conta do Instagram (@cortesasador), faça o pedido pelo telefone (3024-4301). Em 20 minutos está pronto para buscar. Shopping Villa Lobos. Av. das Nações Unidas 4777, Alto de Pinheiros. 11h45/21h45.   

Fôrno

Basta encostar o carro em frente ao restaurante e fazer seu pedido. Apenas o sanduíche de pastrami e eventuais criações do chef Filipe Fernandes estão disponíveis no sistema. R. Cunha Horta, 28, Consolação. 5ª e 6ª a partir das 17h. Sáb e dom. às 13h. 

Gigio

Dá para ligar com antecedência (3069-9000) ou escolher o prato e fazer seu pedido na hora, em frente ao restaurante. R. dos Pinheiros, 355. Pinheiros. 11h/22h.

La Guapa

Faça seu pedido (e pague) através do aplicativo da casa de empanadas. Depois disso, basta passar na frente da loja escolhida (Augusta, Berrini, Centro, Higienópolis, Itaim, Jardins, Pinheiros, Vila Olímpia) para retirar.

Matilda

Sanduíches da chef Renata Vanzetto podem ser pedidos via WhatsApp (98232-7677) com 30 minutos de antecedência e retirados na R. Bela Cintra, 1.541, Jardins. 12h/15 e 18h/22h (sáb. e dom. 12h/22h)

MeGusta

A comida do bar da chef Renata Vanzetto - e também cervejas - pode ser encomendada pelo WhatsApp (98232-7677). O cardápio está disponível na aba "Delivery" do Instagram da casa (@megusta.bar). R. Bela Cintra, 1.551, Jardins. 18h/23h (fecha seg. e dom.)

Muquifo

Mesmo esquema das demais casas da chef Renata Vanzetto - peça pelo WhatsApp (98232-7677) com meia hora de antecedência e passe para pegar. O cardápio está disponível no Instagram da casa (@muquifo.restaurante). R. da Consolação, 2.910, Jardins. 12h/ 16h e 18h/22h (dom. 12h/17h; fecha seg.)

Panda Ya

Faça o pedido pelo telefone (98862-3954) e retire no local sem sair do carro. Rua Lisboa, 971, Pinheiros. 11h/19h30 (ter. 11h/18h30; fecha seg.) 

Patties

Estacione do outro lado da rua, ligue o pisca-alerta e espere que irá te atender. Rua Prof. Atílio Innocenti, 237, Itaim Bibi. 12h/21h30 (fecha 2ª).  

Pirajá

Pelo site piraja.com.br é possível entrar em contato com o bar (via WhatsApp) e fazer seu pedido. O serviço está disponível nas unidades Faria Lima, Paulista, Eldorado, Morumbi e Pinheiros.

Ráscal

Saladas, bowls, massas, carnes e pizzas estão disponíveis no drive thru da rede. Pedidos devem ser feito com uma hora de antecedência pelo telefone de cada unidade - Villa-Lobos (4280-2492), Itaim (3078-3351), Higienópolis (3823-2667), Market Place (97678-2570), Alphaville (97667-5359). 

A Torteria

Uma central de atendimento centraliza os pedidos para as unidades de Pinheiros (Rua Fradique Coutinho, 39), Higienópolis (Rua Sabará, 585) e Morumbi (Rua dos Três Irmãos, 654) - e é o cliente quem escolhe a loja e o horário para retirada. 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?