Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Eu não sou bolinho de arroz; veja onde comer arancini

Clássico belisco italiano, cremoso, à base de risoto faz sucesso em vários endereços da cidade

01 de abril de 2022 | 05:00 por Cintia Oliveira, Redação Paladar

Arancini do Tappo, com recheio de mussarela.

Arancini do Tappo, com recheio de mussarela. Foto: Bruno Geraldi

À base de risoto, o bolinho frito conhecido como arancini é um clássico de comida de rua da Sicília, na Itália. Da ilha italiana, a receita espalhou-se por toda a Itália e ganhou o mundo. O quitute pode abrigar os mais variados recheios, que vão desde molho à bolonhesa até muçarela, mas, neste caso, o bolinho recebe o nome de suppì al telefono. O nome é uma referência ao fio que o queijo derretido forma quando se parte o bolinho com as mãos, semelhante ao do telefone (um recado para as novas gerações: na era pré-smartphone, os telefones tinham fio). Na capital paulista, diversos endereços oferecem as suas versões da receita. A seguir, confira algumas sugestões.

Mila 

O restaurante italiano, sob o comando do restaurateur Tito Paolone, se define como uma “osteria urbana provocadora”, ou seja, segue os preceitos da cozinha italiana, mas com ingredientes de outras partes do mundo. Um dos destaques do menu elaborado pelo chef Pedro Pineda é o suppli de polvo (R$ 38, a dupla), elaborado com arroz arbóreo, polvo, recheio de queijo caccio cavalo e empanado com farinha de pão feita na casa.

R. Bandeira Paulista, 1.096, Itaim Bibi. 2925-8442. 12h/15h e 19h/23h (sáb. 12h/ 16h e 19h/23h30. Dom. 12h/17h30. Fecha 2ª e 3ª).

Suppli de polvo, do Mila, com recheio de queijo caccio cavalo.

Suppli de polvo, do Mila, com recheio de queijo caccio cavalo. Foto: Lucas Terribili

 

Cozinha dos Ferrari 

Instalado na garagem do bufê em domicílio da família, na Mooca, o endereço comandado pelos irmãos Mauro e Maira Ferrari, além da esposa de Mauro, Dani Abrahão, oferece um cardápio enxuto, com duas opções de entrada, três sugestões de pratos principais e duas sobremesas, que mudam a cada semana. Vez ou outra, o petisco secreto – como são chamados os quitutes servidos na casa – é o arancini pomodoro, à base de um cremoso risoto de arroz arbóreo com tomate e recheio de queijo taleggio (R$ 32 cada).

R. Tobias Barreto, 1.467, Mooca. 98724-8384. 12h/17h (sáb e dom. 12h/ 18h. Fecha 2ª a 4ª).

Bráz Trattoria

Localizado no topo do Shopping Cidade Jardim, a trattoria da Cia. Tradicional de Comércio apresenta um menu repleto de clássicos italianos revisitados. Entre as sugestões dos chefs Marcelo Tanus e Benny Novak, destaque para o arancini Bráz, um bolinho elaborado com risoto, recheio de ragu de carne bovina com muçarela, finalizado com queijo ralado (R$ 38, porção com 4 unidades).

Av. Magalhães de Castro, 12.000, 4º piso. 3198-9435. 11h45/15h e 18h/22h (5ª e 6ª 11h45/15h e 18h/23h. Sáb. 12h/23h. Dom. 12h/22h). Delivery pela Rappi, pelo iFood e CJFood.

Arancini all’a matriciana, do Piccini Cucina.

Arancini all’a matriciana, do Piccini Cucina. Foto: Raul da Mota

Piccini Cucina 

Com decoração inspirada nas antigas tabernas da Toscana, o restaurante italiano sob o comando do restaurateur Samuel Rodrigues tem um menu que reúne uma seleção de clássicos da cozinha italiana. Uma das pedidas do cardápio, elaborado pela chef Uélita Bertani, é o arancini all’a matriciana (R$ 38, porção com cinco unidades), recheado com ragu de panceta e salsa de pecorino.

R. Vitório Fasano, 49, Cerqueira César. 3476-3376. 12h/15h e 19h/0h (6ª a dom. 12h/16h30 e 19h/0h. Fecha 2ª).

Tappo Trattoria 

No auge da pandemia, a trattoria comandada por Renato Ades e pelo chef Benny Novak mudou de endereço e passou a funcionar na sobreloja do Ici Bistrô, somente no delivery. Entre as sugestões do cardápio italiano de inspiração clássica está o arancini (R$ 39, quatro unidades), à base de risoto e com recheio de muçarela. Depois da fritura, o bolinho dourado ainda ganha uma camada de parmesão ralado bem fino.

R. Pará, 36. Higienópolis. 3259-6896. 11h30/15h e 18h30/22h30 (sáb. 11h30/ 16h e 18h30/22h30. Dom. 11h30/17h). Delivery pelo iFood. 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?