Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fast food revolucionário abre primeira casa em Los Angeles

Os chefs Roy Choi e Daniel Patterson inauguram a primeira unidade do ambicioso projeto que quer mudar o conceito de comida rápida nos EUA

27 janeiro 2016 | 17:31 por Ammy Scattergood 

Los Angeles Times

A primeira unidade do Locol, ambicioso projeto dos chefs Roy Choi e Daniel Patterson, foi aberto em Los Angeles na semana passada. A ideia de criar uma rede de comida rápida, barata e boa nasceu em 2014 no MAD (conferência que reúne chefs em Copenhague).

A ambição é mudar o conceito de fast food nos EUA. As próximas unidades serão em São Francisco, Oakland (cidade portuária na Califórnia) e mais uma em Los Angeles. A missão do Locol é levar comida barata e boa para bairros negligenciados – a primeira unidade fica em Watts, região conhecida por ser palco de brigas entre gangues.

‘Burg’. O cheeseburger servido em pão artesanal da celebrada Tartine Bakery custa US$ 4

‘Burg’. O cheeseburger servido em pão artesanal da celebrada Tartine Bakery custa US$ 4 Foto: Divulgação

Vamos ao cardápio. Os “burgs” custam US$ 4. Eles vêm no pão produzido por Chad Robertson, que já ganhou o prêmio James Beard e é dono da Tartine Bakery em São Francisco. As opções são cheeseburger, peru grelhado e frango frito. Há tigelas de noodles, chili e ensopado de legumes. Por US$ 1, come-se um “yotchay”, tigelinha com chips de milho, arroz, salada, verdura cozida e pão. 

Em breve, a casa começará a servir café da manhã com iogurte e granola artesanal. As bebidas, incluindo café quente e gelado, custam US$ 1.

Quem são. Daniel Patterson é conhecido por seu restaurante Coi, duas estrelas Michelin. Roy Choi é o homem por trás do império de food trucks Kogi BBQ, além de ter um punhado de restaurantes bem avaliados em Los Angeles. O conselho do Locol reúne ainda René Redzepi, do Noma e criador do MAD, e Chad Robertson, o responsável pelos pães.

“As pessoas acharam que éramos loucos”, afirma Patterson. “Quando Daniel me ligou e disse ‘Roy, tenho uma ideia maluca’, eu já sabia. Nós já sabíamos. Já estávamos nisso, querendo ou não”, conta Roy. 

A ideia maluca de Patterson não é abrir um punhado de restaurantes baratos na Califórnia. É expandir para o país inteiro, virar uma cadeia de fast food revolucionária.

>> Veja a íntegra da edição de 28/1/2016

Ficou com água na boca?