Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fezes de rato e carne vencida foram achadas em açougue de Jamie Oliver

Fezes de rato, carne mofada e fora da validade, equipamentos sujos e mal-cuidados: foi o que a vigilância sanitária londrina descobriu, ainda no fim do ano passado, no açougue do célebre chef Jamie Oliver, o Barbecoa – que abastece o seu restaurante, de mesmo nome, também em Londres.

09 maio 2014 | 18:19 por redacaopaladar

O açougue e o restaurante foram fechados depois da inspeção sanitária, em janeiro, mas reabriram um dia depois sem que o público ficasse sabendo o motivo. O jornal britânico The Times revelou o incidente  nesta sexta, 9, cinco meses depois do fato, após ter acesso ao relatório da inspeção por meio de uma lei de acesso à informação.

O chef e empresário inglês. FOTO: Joel Ryan/Invision/AP

A vigilância londrina deu um ponto, entre cinco possíveis, para as condições de higiene do açougue de Oliver. A assessoria do chef confirmou a inspeção feita e disse que fechou o restaurante voluntariamente, para limpar o local. Sobre a carne mofada, afirmou que tratavam-se de peças de carne em maturação, uma técnica conhecida como dry-age, que não as torna impróprias para consumo.

Ficou com água na boca?

O açougue Barbecoa, e o restaurante, vendem cortes nobres e peças de wagyu, cara e cobiçada raça de boi de origem japonesa. No restaurante, uma peça de carne no prato pode sair por mais de R$ 120.

 

LEIA MAIS:

+ O chef de  £ 150 milhões

+ Entrevista exclusiva do Paladar com Jamie Oliver (dez./2013)  

 

Ficou com água na boca?