Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fica aí: chef Telma Shiraishi cria Bentô Box para comer na caixinha

Nova marca de delivery do restaurante Aizomê combina arroz a "toppings", que são carnes e legumes que cobrem os pratos

13 de janeiro de 2021 | 03:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Num seminário virtual no começo da pandemia, o chef catalão Ferran Adrià sentenciou: o que vai determinar a sobrevivência de um restaurante nessa nova realidade é a flexibilidade aliada à capacidade de administração do negócio. Nem talento, nem produto, disse o cozinheiro que revolucionou a gastronomia mundial em seu (hoje extinto) El Bulli.

Bentô Box oferece arroz e toppings para comer direto da caixinha.

Bentô Box oferece arroz e toppings para comer direto da caixinha. Foto: Rafael Salvador

Não sei se a chef Telma Shiraishi, dona Aizomê, seguiu o conselho de Adrià ou os próprios instintos. O  fato é que ela reagiu rapidamente ao momento, apostou em mudanças e conseguiu manter a casa. Com o restaurante fechado, primeiro fez comida caseira japonesa (os bentôs) para delivery. Depois passou a fazer entregas de sushis, sashimis e, com o tempo, até menus-degustação sofisticados. Precisou montar esquema de entrega próprio, para dar conta da demanda, além de usar aplicativos. Mês passado, reformou o ambiente da casa e transformou a antiga garagem em um charmoso ichiba, mercado em que vende pratos prontos, doces, plantas, utensílios e cerâmicas.

Menos de um mês depois da inauguração do mercadinho, a chef está lançando uma segunda marca de comida japonesa, mais simples e mais barata, apenas para delivery: a Bentô Box. É comida despojada, feita sob medida para o público jovem e menos disposto a gastar com alimentação. A refeição completa vem em uma caixinha quadrada e funda (diferente do bentô tradicional, que tem divisórias). Consiste basicamente de uma farta porção de arroz e um “topping”, como os japoneses chamam o que vai por cima dos pratos e inclui sempre conservas ou vegetais salteados. A ideia é comer com hashi, direto na caixinha.

Yakitori, do Bentô Box, combina frango grelhado, molho tarê, gergelim e vegetais em conserva.

Yakitori, do Bentô Box, combina frango grelhado, molho tarê, gergelim e vegetais em conserva. Foto: Rafael Salvador

Por enquanto, são apenas cinco opções de bentôs, em dois tamanhos, 300g e 500g. Yakiniko traz fatias finas de carne grelhada com cebola, vegetais em conserva com um molho de churrasco japonês saborosíssimo - a receita da chef leva 12 ingredientes, entre maçã, gengibre, missô e shoyu (R$ 39, o pequeno e R$49 o grande). O Yakizana é feito com arroz, anchova grelhada e vegetais salteados (R$36 e R$ 46). Yakitori combina frango grelhado, molho tarê, gergelim e vegetais em conserva (R$33 e R$43). O vegetariano, Yasai, vem com tofu e vegetais salteados com shoyu, mirin e gergelim - é imperdível (R$29 e R$39).

Como entrada para dividir (ou como principal), peça o futomaki, um sushi enrolado grosso, tradicionalmente um prato caseiro, mas que anda em alta nos restaurantes da cidade. No Bentô Box ele leva camarão, omelete japonês, pepino, gengibre e shiitake cozido (R$45). É cortado em oito fatias. Prove, mesmo que você já tenha experimentado outros exemplares e não tenha achado graça…

Futomaki, sushi enrolado grosso, com camarão, omelete japonês, pepino, gengibre e shiitake cozido.

Futomaki, sushi enrolado grosso, com camarão, omelete japonês, pepino, gengibre e shiitake cozido. Foto: Rafael Salvador

Para compartilhar na entrada, tem também camarão empanado em flocos de arroz crocante servido com maionese picante com sriracha e masago (R$42). Outra opção é o karaage (R$29, R$54): frango cortado em pedaços e marinado, antes de ser empanado e frito. Vem sequinho, cheio de sabor, acompanhado de molho tártaro com cebolinha em conserva.

O cardápio completo está disponível em aizome.com.br. Delivery próprio pelo site ou iFood. Funciona apenas na unidade dos Jardins (Al. Fernão Cardim, 39, tel. 2222-1176), na Japan House não há espaço.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências