Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fica Aí: restaurante Mestiço vai de Bangcoc a Salvador, com muitas escalas

Desde a inauguração, em 1997, as entregas em domicílio garantem grande parte do movimento do restaurante de comida tailandesa, com toques da culinária baiana que acaba de ganhar filial na Vila Nova Conceição

27 de janeiro de 2021 | 05:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

A proposta era ousada: um restaurante de comida tailandesa, com toques da culinária baiana, no bairro paulistano da Consolação. Coisa da chef Ina Abreu, que nasceu na Bahia, viajou pelas cozinhas de outros países e foi estudar culinária na Tailândia.

O nome da casa não poderia ser mais apropriado, Mestiço. Pois esse lugar improvável tem quase 24 anos de história e acaba de abrir uma filial - o momento não foi o melhor, abriu na quinta-feira (21), um dia antes de começar a vigorar a nova fase vermelha, que determina o fechamento dos restaurantes após às 20h e nos fins de semana por causa da pandemia.

Pad thai, talharim leva frango, broto de feijão, ovo, camarão seco e especiarias

Pad thai, talharim leva frango, broto de feijão, ovo, camarão seco e especiarias Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

A nova casa está instalada na Vila Nova Conceição, no lugar da extinta padaria Mundo dos Pães, de Olivier Anquier. O cardápio é o mesmo da matriz. Tailândia e Bahia? Sim, mas não só. Em mais de duas décadas, a chef acolheu muitos outros sotaques.

Sua comida é variada com toques contemporâneos. Você pode pedir a porção de acarajé (R$ 52,60) ou arroz indiano, com filet de frango e banana (R$ 76,80). Mas também tem sopa de mandioquinha com cenoura (R$ 43,80), o pad thai mais famoso da cidade (R$ 86,70), alguns curries e até um bowl de filé, vegetais e cereais(R$ 77,90), entre outros pratos, que passeiam da Itália à América Latina.

O Mestiço é bom de delivery. E não é de agora. Desde a inauguração, em 1997, as entregas em domicílio garantem grande parte do movimento.

Pedi em casa os dois clássicos do restaurante e estavam impecáveis. Como entrada, o krathong-thong (R$ 39,80, 8 unidades). As crocantes mini cestinhas tailandesas são feitas com uma combinação de farinha de trigo e de arroz e recheadas com pedacinhos muito delicados de frango, milho e cebolinha, temperados com especiarias. Não dá para pedir comida do Mestiço sem as cestinhas. A melhor notícia é que, para viagem, o restaurante manda o recheio separadamente, para o krathong-thong não perder a crocância. 

De entrada, o krathong-thong, mini cestinhas tailandesas recheadas com pedacinhos de frango, milho e cebolinha, temperados com especiarias.

De entrada, o krathong-thong, mini cestinhas tailandesas recheadas com pedacinhos de frango, milho e cebolinha, temperados com especiarias. Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

Se eu tiver que recomendar um único prato do restaurante, é o pad thai, a receita mais popular da Tailândia, com evidente influência chinesa. Feito na wok, o talharim leva frango, broto de feijão, ovo, camarão seco e especiarias. É uma delícia, com sua combinação de texturas, a suavidade da massa em contraste com o crocante do broto de feijão, os sabores picante e adocicado se completando perfeitamente e ainda tem o camarão seco, o amendoim…

 As porções são fartas, a comida é ótima e embora esteja longe de ser um restaurante barato, tem tudo para fazer sucesso no novo endereço.

Mestiço

R. Jacques Felix 649/696, Vila Nova Conceição.

Encomendas para retirada 2645-6863. Delivery IFood

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?