Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Já provou banoffee? Torta de banana, doce de leite e chantilly ganha São Paulo

Sobremesa inglesa criada nos anos 1970 anda cada vez mais popular por aqui e já tem releituras feitas por chefs e confeiteiros; saiba onde comer

02 de outubro de 2019 | 08:00 por Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

De tempos em tempos, uma receita cai nas graças dos chefs e do público. A queridinha do momento é doce e combina banana, doce de leite e chantilly. Seu nome, banoffee, vem da contração das palavras banana e toffee — que na tradução exata seria caramelo cremoso, mas,  na prática, na receita, é um doce de leite. 

Banoffee

Banoffee Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Trata-se de uma torta em camadas, criada no pub inglês The Hungry Monk, na década de 1970. Em 1997, ela entrou para o Oxford English Dictionary como "uma torta feita com caramelo, banana e creme", mas o banoffee ficou tão popular que a palavra passou a servir para descrever praticamente qualquer receita que combinasse banana e caramelo.

A preparação é extremamente simples, o que talvez explique sua vocação para se tornar popular. A base da massa é de biscoito. O toffee vai sobre ela. Por cima vem a camada de bananas e, para finalizar, o chantilly. A receita original do chef inglês Ian Dowding é feita com massa sablée (suave, arenosa, feita com farinha e quantidades iguais de manteiga e açúcar); doce de leite caseiro (feito com leite condensado cozido mesmo); fatias de bananas (cortadas 'de comprido') e chantilly com café. 

O banoffee pode ser feito em tamanho grande,  individual, em forma de verrine (montado em taças) e em miniaturas. Por aqui, a receita já ganha versões locais nas mãos de chefs - confira abaixo. Agora ficou com vontade de preparar em casa, veja uma receita da versão original

Como fazer banoffee em casa

 

Onde comer banoffee em São Paulo

Gula Gula

O banoffee na versão do restaurante carioca é um pouco diferente da tradicional: no lugar da massa, o chef Cocó usa uma fatia de bolo de nozes, coberto por um brigadeiro de caramelo, bananas carameladas e, para finalizar, chantilly e nozes salpicadas. Dá para fazer a versão da chef em casa. Confira aqui a receita

Onde: R. Padre João Manuel, Jardins

Versão da torta do Gula Gula, restaurante carioca que acaba de inaugurar em São Paulo

Versão da torta do Gula Gula, restaurante carioca que acaba de inaugurar em São Paulo Foto: Ligia Skowronski

 

● EMA 

Na casa mais autoral da chef Renata Vanzetto, o doce é servido como uma verrine, montado em camadas em uma xícara, com uma massa fininha e bem crocante, intercalada com brigadeiro de caramelo, banana e creme de nata e canela polvilhada por cima.

Onde: R. Bela Cintra, 1551, Consolação

Releitura da sobremesa, servida em uma xícara, da chef Renata Vanzetto 

Releitura da sobremesa, servida em uma xícara, da chef Renata Vanzetto  Foto: Daniel Teixeria/Estadão

 

● Charlô

A sobremesa é levada a sério no restaurante de Charlô Whately. A base de biscoito amanteigado com flor de sal recebe, além do doce de leite feito na casa, doce de banana assada, banana fresca cortada em rodelas, caramelo, chantilly e uma tuille de caramelo e amêndoas.

Onde: R. Barão de Capanema, 454, Cerqueira César

Requinte, Versão do Charlô combina doce de leite feito na casa, doce de banana assada, biscoito amanteigado com flor de sal, caramelo, banana fresca, chantilly e para finalizar, uma tuille de caramelo e amêndoas.

Requinte, Versão do Charlô combina doce de leite feito na casa, doce de banana assada, biscoito amanteigado com flor de sal, caramelo, banana fresca, chantilly e para finalizar, uma tuille de caramelo e amêndoas. Foto: Giovanna Balzano

 

● Fat Cow

Na lanchonete do chef Luiz FIlipe Souza, a sobremesa leva o nome de banoffee split: uma versão desconstruída, servida com sorvete soft de cumaru produzido na casa, banana, doce de leite e biscoito de canela caseiro.

Onde: R. Iaiá, 173, Itaim Bibi

Banoffee do Fat Cow 

Banoffee do Fat Cow  Foto: JF DIório/Estadão

 

● Neto, no Four Seasons 

A receita de Thiago Dias, chef-confeiteiro do hotel paulistano, é bem tradicional. Tem massa delicada de bolacha, coberta por doce de leite bem escuro, rodelas de banana e finalizada com o chantilly. 

Onde: R. Eng. Mesquita Sampaio, 820, Vila São Francisco

Clássica. A torta na versão do Neto, restaurante do Four Seasons SP

Clássica. A torta na versão do Neto, restaurante do Four Seasons SP Foto: Gabriela Rosa

 

● Borgo Brace

Seguindo a proposta da casa, que tem o fogo como fio condutor do menu, o banoffee do chef Matheus Zanchini passa pela brasa, para ganhar cor e sabor. É servida no prato inteira e ainda na casca, com calda de caramelo com flor de sal, chantilly e um crumple no lugar da massa.  

Onde: Praça Visc. de Sousa Fontes, 59, Parque da Mooca

Na brasa. Versão desconstruída do restaurante de carnes na Mooca.

Na brasa. Versão desconstruída do restaurante de carnes na Mooca. Foto: Vinicius Stasolla

 

● Casa Bonometti

Conhecida pelos biscoitos, Lu faz banoffee com base de cookies de chocolate (ela diz que eles quebram um pouco a doçura da torta). A massa é coberta com caramelo, rodelas de banana, e finalizada com chantilly e "riscos"de chocolate. Muito delicada, uma delícia.

Onde: R. Bahia, 480, Higienópolis

Feita do zero, Lu faz o biscoito que compõe a massa.

Feita do zero, Lu faz o biscoito que compõe a massa. Foto: Lu Bonometti

 

● Nanica

A torta inglesa é a grande especialidade dessa portinha, de seis metros quadrados, dentro de uma vila na Rua Augusta. Na receita criada pelos curitibanos Leonardo Macedo e Tito Barcellos, o doce tem base de bolacha e camada bem generosa de doce de leite feito com leite condensado, rodelas grandes de banana e uma cobertura de chantilly bem espessa. É bem doce. Tem ainda outras versões: banoffee com Nutella; o brownoffee, com pé de moleque caseiro e doce de leite (servido apenas aos fins de semana); e a versão com chocolate branco e leite condensado.

Onde: R. Augusta, 2.052, Jardins

Famosa nas redes, a Nanica se dedica exclusivamente a receita, em diferentes versões 

Famosa nas redes, a Nanica se dedica exclusivamente a receita, em diferentes versões  Foto: Nanica

 

● Doces de Laura

O banoffee da tradicional confeitaria é uma torta com massa levinha feita de biscoitos, bananas, doce de leite de Viçosa e cobertura de chantilly. 

Onde: R. Luminárias, 94, Vila Madalena

Na confeitaria da Vila Madalena a torta é recheada com doce de leite mineiro

Na confeitaria da Vila Madalena a torta é recheada com doce de leite mineiro Foto: Doces de Laura

 

Conhece outros lugares que fazem um bom banoffee? Conte para a gente nos comentários ;) 

Ficou com água na boca?