Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Menu no Tappo mostra Tailândia muito além do pad thai

Nova edição do Segundas Thai no restaurante Tappo tem menu do chef Mauricio Santi com receitas típicas e familiares tailandesas

24 outubro 2018 | 19:31 por Ana Paula Boni

Em série de jantares que começa no dia 5/11 no Tappo, o restaurante é mero veículo, pois as receitas não terão nada de italianas. O chef e sócio Benny Novak emprestou o lugar para Mauricio Santi apresentar um menu de receitas típicas tailandesas, base de sua pesquisa na cozinha há anos.

A entrada de Benny na história são a simpatia pela culinária tailandesa e os longos anos de amizade com Mauricio, que estagiou no Ici Bistrô há quase 20 anos, quando saiu da faculdade de gastronomia no Senac Águas de São Pedro. Depois de Mauricio rodar o mundo trabalhando em restaurantes de vários países, incluindo a Tailândia, voltou a se encontrar com Benny e em 2014 fizeram a primeira edição dessa série, as Segundas Thai.

No ano passado, Mauricio passou quase o ano todo de novo se atualizando na Tailândia e, agora, depois de sair de uma temporada no Obá, vem a segunda edição do evento, que ocupará as segundas-feiras do Tappo de 5/11 a 17/12. 

Pratos do menu tailandês que Mauricio Santi vai servir no Tappo

Pratos do menu tailandês que Mauricio Santi vai servir no Tappo Foto: Bruno Geraldi

Serão seis etapas de um menu típico tailandês - e quando Mauricio fala típico ele quer dizer uma culinária muito além do pad thai, de comida feita por e para tailandeses, não para turistas.

“No ano passado eu passei quase um ano na Tailândia e comi pad thai só uma vez. Todo mundo imagina que é o arroz e feijão deles. Mas não é”, conta Mauricio, que durante suas passagens por cidades tailandesas morou em casas de locais e dali tirou ensinamentos para sua pesquisa e suas receitas.

No menu de seis etapas, ele vai servir, nesta ordem: miang kham goon yang (wrap de camarão grelhado e polpa de tamarindo); sate moo (espetinho de porco ao curry de amendoim); laab gai yang (frango na brasa com molho cítrico picante); kuai tiau neua yang sai luk chin (consommé de carne com noodles de arroz); pla nueng si ew (peixe no vapor com molho de shoyu); e, de sobremesa, aithim cha nom yen sai kanom krok (sorvete de chá tailandês com bolinho de côco).

Dentre os ingredientes, a única coisa importada que usa é a pimenta seca prik deng haeng, “semelhante à nossa malagueta, mas mais aromática” - o resto é comprado no Brasil, mostrando as similaridades de ingredientes entre os dois países. Para o mix de ervas que vai no frango na brasa, por exemplo, ele usa coentro, hortelã, cebolinha e dill.

O chef Mauricio Santi, especialista em comida tailandesa

O chef Mauricio Santi, especialista em comida tailandesa Foto: Bruno Geraldi

“É uma cozinha extremamente rica, sazonal, regional, muito antiga e muito estereotipada. Por conta de a Tailândia ser um país pobre e dependente do turismo, eles acabaram padronizando, pasteurizando a comida para o turista. Mas têm um paladar muito refinado, é um país infinitamente mais gastronômico que o Brasil.”

O menu sai por R$ 190 (ou R$ 220 harmonizado com cervejas); para quem quiser levar vinho, a rolha é livre.

SERVIÇO

Segundas Thai

De 5/11 a 17/12, no jantar

R$ 190 (ou R$ 220 com cervejas); rolha livre

Tappo - R. da Consolação, 2.967, Cerqueira César

Ingressos à venda no site do Foodpass

Consommé de carne com noodles de arroz e almôndegas

Consommé de carne com noodles de arroz e almôndegas Foto: Bruno Geraldi

Ficou com água na boca?