Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

No BBQ Farm, o churrasco vai muito além da picanha

Novo restaurante na Rua dos Pinheiros foca nos cortes americanos e argentinos preparados na parrilla ou defumados no pit

15 de maio de 2019 | 20:04 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

O ambiente do novo restaurante da Rua dos Pinheiros não deixa dúvidas: o negócio do BBQ Farm é a carne. O lugar lembra um celeiro, com a fachada de madeira, o pé-direito alto e banquetas de pelo de vaca no bar, entre outras referências à criação de gado. 

Tudo ali é preparado na parrilla ou defumado num pit, tanto as carnes como boa parte dos acompanhamentos. Mas não há vestígios de nenhum dos dois, a cozinha fica na sobreloja e não há fogo e nem fumaça no salão. 

Miolo de fraldinha preparado na parrila

Miolo de fraldinha preparado na parrila Foto: Henrique Peron

Não espere encontrar ali as carnes de sempre. O cardápio é focado em cortes como o americano denver steak (R$ 58) – que por aqui é chamado de miolo de acém e só começou a estrelar o churrasco há pouco. Flat iron, ou shoulder (R$ 56), e os argentinos assado de tira (R$ 99), chorizo (R$ 59) e ancho (R$ 64) também estão entre as opções.

Mas a estrela da casa é o miolo de fraldinha de black angus, corte alto, macio que chega ao ponto com a crosta tostadinha, levemente crocante e escura, e o miolo rosado e suculento (R$ 67).

As carnes e os acompanhamentos grelhados recebem uma pitada de sal inglês Maldon antes de chegarem à mesa – o excesso de flocos na superfície foi o único deslize, por sorte, facilmente solucionado, bastou raspar um pouco.

Só vegetal. Palmito pupunha assado e prato de vegetais tostados

Só vegetal. Palmito pupunha assado e prato de vegetais tostados Foto: Henrique Peron

Há uma seleção de defumados, preparados lentamente no pit. Tem costelinha suína (R$ 58), magret de pato (R$ 89), picanha de cordeiro (R$ 65), costela de cordeiro (R$ 65) e peito de frango (R$ 36).

É difícil escolher apenas um acompanhamento, eles vão muito além da manjada batata rústica e são tentadores. Quer um palpite? Inclua o aligot no seu pedido (é aquele purê francês, do Aubrac, que mistura batata e queijo tomme).

No BBQ Farm ele vem num mini-bowl, quentinho, uma combinação de batata com queijos gruyère e minas padrão (R$ 24). Dá para comer de colher e se ele chegar antes da carne, vá com calma para não matar a fome toda.

Para acompanhar. Aligot que chega num mini-bowl, quentinho 

Para acompanhar. Aligot que chega num mini-bowl, quentinho  Foto: Henrique Peron

O arroz campestre também vale a pedida, leva linguicinha calabresa defumada, ovo, cebola refogada e chips de cenoura (R$ 15). Os vegetais da estação grelhados na parrilla vêm bem tostadinhos e são finalizados com azeite e ervas (R$ 16). O prato tem tomate, abóbora, cenoura, cebola e abobrinha.

Se sobrar comida, não se preocupe, o restaurante tem uma coisa simpática: eles embalam a vácuo as sobras para você levar para casa. Bem que essa moda poderia pegar... 

SERVIÇO

BBQ Farm 

R. dos Pinheiros, 265, Pinheiros

Horário de funcionamento: 12h/15h e 18h/23h (sáb., 12h/23h; dom., 12h/18h)

Tel.: 3064-5448 

Ficou com água na boca?