Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

O outono chega aos cardápios

As estações no Brasil não são lá muito marcadas, mas a chegada do outono animou muitos restaurantes a colocar novos pratos no cardápio. Fizemos uma seleção dos melhores novos pratos que já estão em cartaz

15 abril 2015 | 19:13 por Míriam Castro

Chega o outono, mudam os cardápios da cidade. Entre abril e maio, os chefs aproveitam para testar pratos novos e conquistar o público. Alguns têm ingredientes inéditos, outros são reedições de favoritos. Selecionamos as melhores novidades.

FOTOS: Divulgação

Carlota

Faz menos de um mês que Carla Pernambuco renovou o cardápio de seu restaurante. A paella negra (R$ 65, foto) é feita com arroz negro, lula, polvo e camarões. Ela aparecia de vez em quando como uma sugestão especial da chef, mas agora entrou no menu fixo. Um prato inédito é o pato confit (R$ 67), curado na casa com laranja e açúcar mascavo, molho de maple syrup e mostarda. Vai à mesa acompanhado de risoto de mascarpone e laranja. R. Sergipe, 753, Higienópolis, 3661-8670

Osteria del Pettirosso

A renovação do menu de Marco Renzetti traz 10 novos pratos, como a entrada crema di porcini (R$ 55) com ovo mole, creme de funghi, tutano e croutons. Estreia também o gnocchi alla sorrentina (R$ 54, foto). Duas receitas tradicionais romanas estreiam. Uma é o tonnarelli con la mosca (R$ 55), com ragu de filé mignon. “É uma comida bem caseira, que dificilmente se encontra em trattorias”, diz Renzetti. A outra é o maccheroni com la pajata (R$ 56), com ragu de tripas do vitelo alimentado apenas com leite. Al. Lorena, 2.155, Cerqueira César, 3062-5338

Loi Ristorantino

Entre as novidades do chef italiano Salvatore Loi em seu Loi Ristorantino está o nhoque de berinjela com tomates cerejas confitados e creme de burrata (R$ 52, foto). “Os nhoques são macios e marcantes”, diz o chef. A casa estreia no almoço o menu mezzogiorno, de segunda a sexta-feira, com preço fixo (R$ 85) que inclui amouse bouche, entrada, prato principal e sobremesa. R. Dr. Melo Alves, 674, Jardins, 3063-0977

Cosí

“O ovo mollet é uma constante em nosso cardápio”, diz o chef, Renato Carioni. A nova versão, que estreia em maio traz o ovo empanado em farinha panko e servido sobre mascarpone trufado (R$ 37, foto). Quando chega à mesa, o garçom derrama sobre o prato um creme de batata que se mistura ao queijo. Outras novidades são o caneloni de cordeiro com molho de cogumelos (R$ 55) e o ravióli de bacalhau na manteiga de frutas secas (R$ 55). Os preços citados ainda são provisórios. R. Barão de Tatuí, 302, Sta. Cecília, 3826-5088

FOTO: Felipe Rau/Estadão

Bistrô Charlô

Desde que assumiu a cozinha há três anos, Francisco Farah vem mudando o cardápio sem dar muita pinta. “A gente começou a polir os pratos sem mudar o estilo da cozinha”, diz. Entre as novidades da temporada, pupunha assada com tutano de foie gras (R$ 60, foto). “Gostava muito de um prato de pupunha do Claude Troisgros e fiz uma releitura”. R. Barão de Capanema, 440, Cerqueira César, 3087-4444

AK Vila

Andrea Kauffman se inspirou em viagens, livros e filmes para alterar o menu com referências árabes e judaicas. Uma das novas entradas é a sardinha na conserva com creme (R$ 25). Porções clássicas como homus, babaganush e coalhada seca marcam presença (R$ 16, cada). Entre os embutidos, está pastrami de língua curado na casa com mostarda e picles (R$ 17).  R. Fradique Coutinho, 1.240, V. Madalena, 3231-4496

Mercearia do Conde

Trouxinhas de chèvre com salteado de shiitake e aspargos (R$ 59, foto) estão entre as novidades do restaurante de Flávia Mariotto e Madalena Stasi. “Quis fazer uma massa super artesanal e leve de verdade, sem aquele monte de molho”, diz Flávia. Como a chef é fã de sopas, e sempre tenta manter uma ou duas à venda no restaurante, lança agora a sopa libanesa (R$ 42), feita de lentilhas rosadas, espinafre e canela. Outra estreia é o caldinho asteca (R$ 39), uma sopa de galinha caipira, com legumes, abacate, pimenta jalapeño, coentro e pedaços de tortilha de milho. R. Joaquim Antunes, 217, Jd. Paulistano, 3081-7204

Obá

As novidades da temporada chegam ao menu executivo (R$ 34) para servir “comida gostosa do dia a dia”, define Hugo Delgado, restaurateur. Às quintas-feiras, o prato é um curry de cordeiro (foto) com batatas e especiarias, servido com arroz jasmim e relish de pepino. “Escolhemos um curry tailandês para as pessoas conhecerem e por não ter pimenta”, explica Hugo. Rua Dr. Melo Alves, 205, Cerqueira Cesar,3086-4774

Aizomê

O tempurá de lula ao aioli de sua própria tinta (R$ 39, foto) é uma das novidades, mas a estrela do outono na cozinha de Telma Shiraishi é o abalone, molusco considerado iguaria no Japão. Está no menu-degustação (R$ 210, de sete etapas; R$ 180, o de cinco etapas) e em opções do cardápio: em caldo dashi com kombu, tofu e vegetais é o awabi no chirimushi (R$ 49). Al. Fernão Cardim, 39, Jd. Paulista, 3251-5157

Miya

O cardápio oficial ainda não foi impresso, mas já dá para pedir 10 pratos novos. Entre eles, as tostadas de milho (R$ 42), em duas opções: salmão curado na casa e creme azedo de yuzu ou atum marinado, maionese de wasabi e salada de algas. Flávio Miyamura, que não costuma usar ingredientes tradicionais brasileiros, abriu exceção para o pargo com farinha d’água e vinagrete crocante com cupuaçu (R$ 57). “A acidez do cupuaçu substitui o limão no preparo, fica muito saboroso”, afirma o chef. O magret de pato curtido no missô branco (R$ 65, foto) é um dos destaques. Esta versão de missô é mais leve que a do vermelho tradicional. Nectarinas salteadas acompanham o prato. Para a sobremesa, Miyamura adaptou o bolo de coco gelado popular no País e acrescentou matchá (R$ 19), misturando o amargo do chá verde. R. Fradique Coutinho, 47, Pinheiros, 2359-8760

>>Veja a íntegra da edição do Paladar de 16/4/2015

Ficou com água na boca?