Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Onde comer ostras e mariscos fresquíssimos em SP

Ostras e mexilhões brilham no cardápio de diversos bares e restaurantes da capital paulista. Veja onde prová-los

01 de outubro de 2021 | 05:00 por Cintia Oliveira, Especial para o Estadão

Com o clima mais ameno, proporcionado pela chegada da primavera, diversos bares e restaurantes da capital paulista apostam nas ostras fresquíssimas, trazidas tanto de Santa Catarina quanto de Cananéia, no litoral paulista. Embora possam ser preparadas de diversas maneiras, o melhor mesmo é saboreá-los in natura, no máximo como umas gotas de limão - é o mar na boca. Também é uma boa época para saborear outro molusco, o mexilhão, que surge como protagonista de diversas receitas. A seguir, confira uma seleção de endereços onde prová-los.  

Ostras pocheadas do Cais 

Ostras pocheadas do Cais  Foto: Bruno Geraldi

 

Naia 

Os peixes e frutos do mar são as estrelas do restaurante sob o comando do chef Tuca Mezzomo (Charco) e do bartender Jean Ponce (Guarita). No aquário de água salgada, onde são mantidos os pescados até o momento do pedido, é possível encontrar tanto ostras de Santa Catarina (R$ 46, 6 unidades), de criação, quanto as de Cananéia (SP), selvagens (R$ 49, 6 unidades). Outro destaque do cardápio são os mexilhões à vinagrete, à base de tomate, cebola roxa, pimenta biquinho e Nam Pla (R$ 34, 6 unidades)

Onde: R. Dr. Melo Alves, 767, Cerqueira César, 3086-4722. 19h/ 23h (sáb. 13h/ 16h e 19h30/ 23h. dom. 13h/ 16h).  

 

Ici Bistro 

Os mexilhões, trazidos de Santa Catarina, servem como base do moules frites marinières, um clássico do cardápio do restaurante sob o comando do chef Benny Novak. À base de vinho branco, manteiga, alho, salsa, salsão e cebola, servido com fritas (R$ 77). Já as ostras, que também vêm do litoral catarinense, são servidas com vinagrete da casa, à base de tamarindo, maçã verde, pepino e cebola roxa (a partir de R$ 14, a dupla). 

Onde: R. Pará, 36, Higienópolis. 3259-6896. 12h/ 15h e 19h/ 23h (5ª e 6ª 12h/ 15h e 19h/ 0h. sáb. 12h/ 16h e 19h/ 0h. dom. 12h/ 17h). Delivery pelo iFood. 

Moules frites marinières do Ici Bistro 

Moules frites marinières do Ici Bistro  Foto: Bruno Geraldi

 

Clos Wine Bar

Entre as sugestões do cardápio elaborado pela chef Elisa Fernandes para o bar especializado em vinhos, destaque para os moules-frites, à base de mexilhões cozidos em vinho branco com cebola roxa, alho-poró, erva-doce, alho e finalizados com ervas frescas e creme de leite. As conchas chegam à mesa guarnecidas de batatas fritas caseiras (R$ 68). 

Onde: R. Girassol, 310, Vila Madalena. 94188-0199. 18h30/ 23h (6ª e sáb. ‬13h/ 17h e 18h30/ 23h. dom. 13h/ 17h. fecha 2ª e 3ª). 

 

Cais 

As ostras da Fazenda Ostravagante, de Santa Catarina, marcam presença no cardápio elaborado pelo chef Adriano de Laurentiis. Mas, dependendo do clima, o preparo pode variar. Nos dias mais quentes, por exemplo, as ostras são servidas frescas, com vinagrete de cebola roxa. Já no dias mais frios, as ostras são “pocheadas”, ou seja, cozidas rapidamente em beurre blanc (molho à base de manteiga, creme de leite e vinho branco) e chegam à mesa com farofa crocante de brioche (R$ 48, 4 unidades).   

Onde: R. Fidalga, 314, Vila Madalena. 3819-6282. 12h/ 15h e 19h/ 23h (sáb. 12h/ 16h e 19h/ 23h. dom. 12h/ 16h. fecha 2ª e 3ª). Delivery próprio ou pela Rappi.

 

Bistrot de Paris 

Vindas de Santa Catarina, as ostras e mexilhões marcam presença no menu do chef francês Alain Poletto. Enquanto as ostras frescas são servidas na companhia do vinagrete da casa, à base de vinagre, tomilho, louro e cebola roxa (a partir de R$ 48, 6 unidades), os mexilhões são cozidos em vinho branco com cebola roxa, salsinha, pimenta branca e finalizados com curry e creme de leite. Chega à mesa com fritas (R$ 79). 

Onde: R. Augusta, 2542, Jardim Paulista. 3063-1675. 12h/ 15h30 (3ª a 5ª 19h/ 23h30; 6ª e sáb. 19h/ 0h. sáb. e dom. 12h/ 16h). Delivery próprio e pelo iFood. 

Ostras com vinagrete do Bistrot de Paris

Ostras com vinagrete do Bistrot de Paris Foto: Felipe Vogel

 

Taberna 474

Sob o comando do empresário Ipe Moraes (Adega Santiago), o bar inspirado nas tascas lisboetas também abre espaço para as ostras e os mexilhões em seu cardápio. Vindas de Santa Catarina, as ostras surgem no cardápio em três versões: in natura (R$ 45, 6 unidades), gratinadas (R$ 21, a dupla) e com ovas de salmão e yuzu (R$ 23, a dupla). Servidos de sexta a domingo, os mexilhões da Taberna são cozidos em vinho branco e caldo de peixe e chegam à mesa com ciabatta (R$ 69, a dúzia).  

Onde: R. Maria Carolina, 474, Jardim Paulistano. 3062-7098. 12h/ 15h e 19h/ 23h30. (6ª e sáb. 12h/ 0h. dom. 12h/ 19h) 

Ostras frescas do Taberna 474 

Ostras frescas do Taberna 474  Foto: Romulo Fialdini

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?