Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Os melhores sanduíches para pedir em casa - parte II

Colunista pediu, provou e elegeu os deliveries de sanduíches que valem a pena; confira lista a seguir

20 de janeiro de 2021 | 03:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Pense em uma comida boa, fácil, que vai bem no almoço e no jantar, dispensa talheres e louça, não suja panelas e chega pronta à sua casa – quase sempre acompanhada com um sachê de álcool em gel. Com atributos tão valorizados nos dias de hoje, os sanduíches continuam entre os itens mais pedidos nos aplicativos que entregam comida. E, como todo mundo gosta e as pessoas estão sempre pedindo sugestões, fiz uma nova seleção – a primeira lista foi publicada na edição de 29 de abril de 2020 e continua valendo, com exceção do choripan do Quintal do Debetti que foi, digamos, desclassificado depois de fracassar em duas pedidas posteriores à publicação da coluna, em datas diferentes, e da constatação de que o sanduíche não é mais o mesmo.

Hera, de abobrinha empanada e salada coleslaw com maionese e sriracha, do Fornaia.

Hera, de abobrinha empanada e salada coleslaw com maionese e sriracha, do Fornaia. Foto: Gabi Bruno

Os parâmetros para o ingresso na lista continuam iguais: sabor, sabor, sabor. E mais dois pontos fundamentais: integridade (não pode desmilinguir) do sanduíche que chega em casa e o equilíbrio entre pão e recheio (quantidade, proporção, textura e umidade). 

Mortadela

Maialino Panino

Dedicado aos sanduíches de estilo italiano à base de porco, como o nome sugere, abriu no fim de 2020 e funciona apenas para delivery. Os panini são montados em uma focaccia fina e firme, que sustenta bem os recheios cremosos e chega intacta. São seis sanduíches, incluindo um (ótimo!) vegetariano. Prove o que leva fatias de mortadela italiana bem finas num delicioso contraste com a stracciatella, uma versão de burrata em fios. Para completar, pesto de pistache. Custa R$ 45. Delivery via Rappi, Uber Eats, cardápio em www.maialinmopanino.com.br

Hera

Fornaia

A jovem chef Gabi Bruno abriu o Fornaia há pouco, dentro do bar de vinhos Dionysos, em Pinheiros, e fez um cardápio sob medida para acompanhar a bebida. São basicamente pizzas e sanduíches. Uma das melhores combinações é o hera, um sanduíche de abobrinha empanada: duas fatias de brioche artesanal tostado acomodam a fritura sequinha coberta por uma porção de salada coleslaw com maionese e sriracha, o molho de pimenta vietnamita, delicadamente picante. Ótimo equilíbrio de texturas e sabores. Custa R$ 30. Delivery pelo iFood com o nome Dionysos.

Ebi Sando com bacon, do Pato Rei.

Ebi Sando com bacon, do Pato Rei. Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

La Crudita

Baru Sandu

Na nova empreitada, os donos da Baru Marisquería, o chef Dagoberto Torres e a sommelière Camila Ciganda, seguem os mesmos princípios: peixes e frutos do mar pescados artesanalmente e temperados com sabores latinos. A diferença é que o Baru Sandu, inaugurado em outubro, serve apenas sanduíches, como o nome indica. E só para delivery. O cardápio é enxuto e você vai querer provar tudo. Comece pelo la crudita. É um brioche recheado com peixe curado, creme azedo temperado com raiz forte, manjericão e, por cima, ovas de arenque. Sou reincidente. Custa R$ 29. Confira o cardápio e peça pelo Instagram @barusandu ou pelo Whatsapp 96739-3073.

Choripan

Martín Fierro

Pão com linguiça pode ser a coisa mais trivial do mundo, mas o choripan do Martín Fierro não tem nada de corriqueiro. O pão é feito na casa, sob medida para acomodar a linguiça, não sobra e nem falta. É aberto ao meio e levemente tostado na grelha. A linguiça em questão é o chorizo artesanal da Pirineus, grelhado na churrasqueira – fica tostadinho por fora e com o interior suculento. Vem com salsa criolla, molho clássico portenho feito com cebola, tomate, pimentão, azeite e salsinha. Para não sofrer na viagem, o restaurante manda pão, chorizo e salsa separadamente. É só pedir. Custa R$ 26 (tem um combo de choripan com uma taça de Chardonnay, R$ 52). Delivery pelo Rappi. 

Soho, com pastrami artesanal,cebola caramelizada e uma mistura de queijos derretidos, da nova Getz.

Soho, com pastrami artesanal,cebola caramelizada e uma mistura de queijos derretidos, da nova Getz. Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

Ebi Sando com bacon

Pato Rei

Antes que você torça o nariz para a combinação de camarão e bacon, preciso dizer uma coisa: esse sanduíche foi um dos melhores que provei na temporada. É uma espécie de BLT (o clássico americano com bacon, alface e tomate, iniciais em inglês) que leva também camarão. O brioche é do tipo firme mas úmido, feito com uma combinação de técnicas, a francesa e a do pão de forma de Hokkaido. Por baixo, o sanduba leva folhas de alface, bacon grelhado e tomate. Por cima, uma delicadíssima maionese com pedaços de camarão, erva doce, cebola, páprica, limão e maionese japonesa kiewpie. Para completar, camarões cozidos e brotos de coentro. O defeito? Só tem aos sábados e domingos. Custa R$ 32. Delivery próprio, pelo Instagram (@patoreisp) e pelo site patoreisp.com.br

Ebi Baga

Tan Tan Noodle Bar

Esse sanduíche de camarão do Tiago Bañares é instigante, você morde e fica tentando adivinhar o que tem no molho. Quer um spoiler? Maionese feita com óleo de gergelim picante, chamado de layu. Além disso, tem okazunori, uma alga marinha temperada. E aí vem o principal, um hambúrguer de camarão rosa servido com picles e alface. Custa R$ 43. O delivery é pelo Rappi, mas só tem à noite.

Soho

Getz Deli 

Inclusão de última hora na lista, o recém-inaugurado Getz Deli ainda está em soft opening, mas o delivery já funciona bem. Por enquanto, são quatro opções de sanduíches, tudo feito artesanalmente na casa, o que inclui o pastrami e o salmão curado. Prove o Soho, espécie de club sandwich feito em brioche de forma tostado na chapa com pastrami artesanal (é curado, defumado e assado), cortado em fatias finíssimas. Vem com cebola caramelizada e uma mistura de queijos derretidos. Suculento e muito saboroso. Custa R$ 34. Delivery pelo iFood e retirada na casa. Encomendas pelo telefone 3031-0886.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?