Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Por aí: um autêntico restaurante indiano na Berrini

Naam, samosas, dal e muito curry. O cardápio do Tulsi Indian Cuisine é uma viagem pelo país

25 de novembro de 2020 | 05:01 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

A refeição começa em grande estilo. No Tulsi Indian Cuisine, o couvert é servido à moda do norte da Índia, em uma bandeja redonda de metal chamada thali. São cinco potinhos de chutney de personalidades distintas, todos saborosos –, e afáveis. Manga e maçã, os mais populares por aqui; gengibre, fresco e revigorante; hortelã, cremoso e levemente picante; e berinjela defumada, que lembra o babaganuche árabe. Vêm escoltados por pimenta e iogurte, dupla sempre presente nessa cozinha de especiarias, equilibrando os sabores e favorecendo a harmonia.

Para acompanhar, pão chato quentinho, o naan, recém-saído do tandoor, o forno de barro típico. Pegue um pedaço de naan com a ponta dos dedos da mão direita (na Índia, a esquerda é usada para higiene pessoal e não pode tocar a comida), e vá alternando chutneys, iogurte e pimenta no pão…

Couvert é servido à moda do norte da Índia, em uma bandeja redonda de metal chamada thali com cinco potinhos de chutney: manga e maçã, gengibre, hortelã e berinjela defumada

Couvert é servido à moda do norte da Índia, em uma bandeja redonda de metal chamada thali com cinco potinhos de chutney: manga e maçã, gengibre, hortelã e berinjela defumada Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

Se o couvert é indispensável, o samosa também é. Feito com uma massa leve de farinha e ghee (a manteiga clarificada) o pastelzinho é recheado com uma mistura cremosa de vegetais que inclui batata e couve flor, temperada com especiarias e gentilmente picante. A porção vem com quatro unidades. São pequenos, fritos, chegam crocantes e sem qualquer resquício de gordura (R$ 19).

Difícil, também, dispensar a porção de pakora: vegetais empanados em massa de grão de bico e especiarias -- fatias de cebola, pimentão, couve-flor, vagem, batata...Depois de fritos, ficam parecendo uns bolinhos de chuva disformes. Pakora e chutney foram feitos um para o outro. 

Com essas duas porções e o couvert, a refeição poderia ser declarada concluída, mas, o cardápio é tentador. (Pena que os nomes de prato, assim como o do restaurante, estejam em inglês – será por influência da colonização britânica ou porque o restaurante fica no térreo de um hotel na região da Berrini?).

Peça, então, um prato para dividir. O camarão ao creme de curry, ótima escolha, pode ser encontrado pelo nome de prawn korma. São camarões grandes e frescos, impecavelmente cozidos, o que quer dizer, macios e firmes, e servidos com curry suave e cremoso, castanha de caju e lascas de amêndoas torradas (R$ 89,90).

O chicken tikka (R$ 59), um clássico, também vale a pedida, apesar de o tom exageradamente vermelho do prato dar pistas do uso de corante alimentar (é comum nesse caso, na Índia). Os pedaços grandes de peito de frango são marinados em uma combinação de iogurte, especiarias e pimenta vermelha, depois assados no forno de barro. Ficam macios e perfumadíssimos.

Há ainda opções de carnes, como o bhuna gosht, cubos de carne bovina  curry, tomate e cebola (R$ 56,90), uma seleção de pratos vegetarianos, que vai do quiabo à moda indiana (R$39,90), ao tradicional dal, o cozido de lentilhas, coentro, especiarias e gengibre (R$ 39,90). Alguns peixes e um indian roll tentador, que deixei para a próxima visita: kebab enrolado no pão naan grelhado com tomate e cebola no tandoor e servido com raita, um molho a base de iogurte (R$ 39,90).

 Não saia dali sem provar o gulab jamon, bolinhos recheados com pistache e castanha de caju, embebidos em calda doce de cardamomo e água de água de rosas (R$ 21,90). Pura delicadeza. 

Se tiver chance, se acomode no terraço, que não é lá muito charmoso, mas têm guarda-sóis e vista para uma simpática praça. O salão tem decoração rebuscada, com elementos indianos e estátuas de budas.

A casa respeita as normas de prevenção à covid, alternando a ocupação das mesas. No mais, o que é de lei: talheres embalados em saquinho, cardápio digital e um totem com álcool gel na entrada. Além, de brigada de máscaras e escudos de acrílico.

Serviço 

Tulsi Indian Cuisine

R. Quintana, 1012, Hotel Transamerica Berrini, Brooklyn Novo 

Tel.: 55085128

Horário de funcionamento: 12h/15h e 18h/23h (sábado e domingo 12h/16h e 18h/23h)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências