Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Pratos que contêm histórias

Autores do Guia San Pablo apresentam dez restaurantes para comer bem e gastar pouco no Pari

01 agosto 2013 | 00:11 por joseorenstein

O Guia San Pablo nasceu com a ideia de instigar o leitor a viajar (e pensar) pela cidade, como se pelo olhar atento de um estrangeiro. É feito por um brasileiro, um colombiano e um argentino. Fabrizio Lenci, arquiteto e ilustrador; Pablo Saborido, fotógrafo; e Nicolas Llano, publicitário, perambularam por São Paulo descobrindo lugares onde se pode comer bem, a preço justo e, mais que isso, partilhar da história do local – as casas foram escolhidos não só pela qualidade da comida, mas também pela autenticidade. Só entraram restaurantes em que o dono efetivamente trabalha. “São Paulo é cara. Mas dá para comer bem pagando pouco. Só que esses lugares podem não estar muito perto”, diz Fabrizio. A primeira edição saiu no ano passado, focada no centro de São Paulo. A segunda, concentrou-se no Pari. Estes são os endereços de que os autores mais gostaram (no mapa, estão marcados como pinos azuis).

Veja no Google Maps.

Al Sultan. Para nós, é o melhor arais do Pari. E a pasta de alho é imperdível.

R. Dr. Ornelas, 51, 2081-0813

ITA. No tradicional balcão, pousam maravilhas a preços módicos – o bacalhau às sextas é um clássico.

R. do Boticário, 31

GMG Damascus. É um café e mercado que serve iguarias libanesas.

R. Maria Marcolina, 966, 3313-5133

Sabor Peruano. Reduto peruano no centro, tem um ceviche caprichado.

R. Guaianazes, 167

Zellaya. FOTOS: Pablo Saborido/Estadão

Zellaya. O shawarma, feito com carne dali mesmo (é também um açougue), é o carro-chefe.

R. Rodrigues dos Santos, 687, 3326-8451

Veneza

Veneza. Atenção para os salgados dessa rotisserie tradicional: o bolinho de bacalhau em especial.

Praça Eduardo Rudge, 43,2693-5337

Jardín Paceño. Um canto da Bolívia no Brasil, serve saboroso “falso conejo”.

R. Rodrigues dos Santos, 802

Falafel Malka. Esqueça as bolinhas fritas dos árabes caros: falafel de verdade é na Malka.

R. José Paulino, 345, 3222-2157

Casa da Sônia. A comida aqui é literalmente caseira. D. Sônia serve um almoço tipicamente coreano.

R. Padre Lima, 78, 2291-0339

Man-bok. Tem de tudo para levar: de carpaccio coreano até chá de cidra com mel.

Rua João Boemer, 932, 2292-8311

Leia mais:

+ Insatisfação: 100%

+ Coma bem sem gastar tudo que tem – veja onde no mapa

+ Truques para segurar a conta

+ Análise: O perigo não está nos extremos, mas no meio

Guia San Pablo.  De tiragem limitada, a publicação deve ser reimpressa em breve. FOTO: Fernando Sciarra/Estadão

>> Veja todas as notícias da edição do Paladar de 1/8/2013

Ficou com água na boca?