Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Produtores e cucas se completam em BH

por Rafael Tonon

29 outubro 2014 | 19:26 por redacaopaladar

Especial para o Estado

Foi pensando nisso que Eduardo Maya, idealizador do Comida di Buteco, movimento que fez a gastronomia mineira ganhar projeção nacional, agora criou o Aproxima. O movimento promove, desde julho, uma feira de produtores no Mercado Distrital do Cruzeiro, em Belo Horizonte, no primeiro sábado do mês. Linguiças, quitandas, cervejas artesanais, vinhos, cachaças de todas as regiões de Minas, são vendidos no espaço que vem despontando como ponto gastronômico na cidade. “O objetivo é dar oportunidade ao pequeno produtor para comercializar diretamente o que faz”, diz Maya. Além da feira, o Aproxima promove um circuito gastronômico com ingredientes típicos em restaurantes e estabelecimentos da cidade e uma festa na Praça da Estação.

De Lá, que comercializa queijos, doces, compotas e cachaças. FOTOS: Nidin Sanchez/Estadão

A designer Laura Cota também tem nos produtores seu maior trunfo. Em janeiro, ela abriu as portas de uma venda no bairro Savassi para comercializar queijos, doces, compotas, cachaças e outros ingredientes de pequenos produtores de cidades do interior. A De Lá nasceu com o intuito de ligar esses produtores aos consumidores. Há os queijos da Serra do Salitre, a pasta de berinjela de São Gonçalo do Rio Baixo, a rapadura batida da Serra do Cipó, entre outros.

LEIA MAIS

+ Tutu à mineira de Thermomix

+ Ateliê de pão artesanal faz tour-degustação

+ Cerveja de doce de leite e goiabada? Em Minas tem

+ Para conhecer e beber café, vá à Academia

+ Belzonte tem até restaurante ‘de praia’

Laura visita pessoalmente muitos dos produtores. “A logística não é nada trivial. Os produtos chegam pelo correio e até de carona. Se tem alguém vindo desses lugares para BH, possivelmente vai trazer queijo ou outras coisas na bagagem”, diz.

O brilho do Alma Chef está nos vegetais cultivados a 60km da capital.

Já no Alma Chef, um misto de empório e restaurante, brilha a produtora Ilma Corrêa, de Capim Branco, a 60 km da capital. Lá, ela cultiva pequenas preciosidades como o tomate beluga (frutos tão pequenos que se assemelham a um caviar, por isso o nome), minirrabanete e miniquiabo, além de outros vegetais, que entrega duas ou três vezes por semana.

SERVIÇO – Alma Chef

R. Curitiba, 2.081, Lourdes, Belo Horizonte

Tel.: (31) 2551-5950

SERVIÇO – De Lá

Avenida do Contorno, 6000, loja 208, Savassi, Belo Horizonte

Tel.: (31) 3225-6347

Veja a íntegra da edição do Paladar de 30/10/2014

Ficou com água na boca?