Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Restaurante simplório no centro da França recebe estrela Michelin - por engano

Por confusão técnica, pequena brasserie voltada para trabalhadores locais recebe menção no importante guia de restaurantes

03 março 2017 | 14:22 por Hannah Olivennes

The New York Times

Quando ouviu no rádio a notícia de que seu restaurante havia sido classificado com uma estrela Michelin, na semana passada, Véronique Jacquet estranhou. O restaurante dela, em Bourges, uma cidadezinha na França central, é um lugar modesto, de 20 lugares que serve apenas almoço para clientela de trabalhadores das imediações. O cozinheiro trabalha só meio período e ela serve as mesas, recebe os clientes e se encarrega do serviço de bar, que serve cervejas. 

Sobre a mesa, toalhas de plástico e um cestinho de pão. O menu do almoço - entradas no bufê, prato principal, uma opção de queijo ou sobremesa e um jarro de vinho - custa de 12,50 a 13,25 euros.

“Eu ri alto”, disse. “Era impossível que isso acontecesse comigo, eu tenho uma brasserie pequena voltada para trabalhadores locais, nada a ver com um restaurante gourmet”.

Le Bouche à Oreille, que recebeu erroneamente uma estrela Michelin.

Le Bouche à Oreille, que recebeu erroneamente uma estrela Michelin. Foto: Google Street View|Reprodução

O Guia Michelin divulgou a lista dos estrelados de 2017 no dia 9 de fevereiro e o restaurante dela, Le Bouche à Oreille, foi classificado com uma estrela. Mas eles entregaram a estrela ao Bouche à Oreille errado, distante dali mais de 160 quilômetros.

A estrela deveria ir para o restaurante homônimo em Boutervilliers, a sudoeste de Paris. Para aumentar a confusão, o restaurante de Jacquet fica na Route de la Chapelle, enquanto o outro fica na Rue de la Chapelle. 

O Michelin disse que houve uma confusão técnica, que colocou o restaurante errado no mapa dos vencedores. O verdadeiro estrelado recebeu sua primeira estrela em 2015. “Claro que não gostamos de erros, mas errar é humano e o mais importante foi que o erro não causou prejuízos a nenhum dos restaurantes”, disse a porta-voz do Michelin, em Paris, Claire Dorland-Clauzel.

Assim que a lista foi divulgada, os dois restaurantes foram inundados de ligações telefônicas. O responsável pelo guia ligou para os restaurantes para explicar o engano. 

O estrelado, em Boutervilliers, tem duas salas, poltronas confortáveis e um terraço. Serve lagosta, foie gras, entre outros pratos que custam de 28 a 52 euros. Os donos dos dois lugares prometem manter contato. “Se for a Bourges, claro que vou lá provar a lentilha com linguiça”, disse o dono do verdadeiro estrelado, sr. Dreux. 

Ficou com água na boca?