Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

São Paulo ganha novos bares de inspiração ibérica; confira cinco

Cardápios repletos de clássicos espanhóis e portugueses, bons vinhos e até vermutes são alguns dos atrativos desses endereços

07 de março de 2020 | 06:00 por Renata Helena Rodrigues, O Estado de S.Paulo

Em um passado não muito distante, não era tão fácil experimentar boas receitas espanholas e portuguesas em São Paulo sem que isso se traduzisse em preços altos e ambientes cheios de formalidade. Mas isso mudou (e vem mudando cada vez mais, ainda bem!) e a cidade tem ganhado novos endereços descontraídos, que capricham nos cardápios de sabores ibéricos.

Um dos pioneiros nesse movimento é o Maripili, que abriu as portas em 2009 na Chácara Santo Antônio e costuma ficar sempre lotado. Além das boas novidades abaixo, outras seguem pipocando pela cidade, caso da Tasca dos Coelhos, com acepipes e vinhos portugueses servidos em um galpão na Barra Funda.

Huevos de Oro

O endereço abrigou o simpático Jamón Jamón, fechado em 2018. Aberto pouco depois, o novo bar segue atraindo o público que enche o diminuto salão, mas prefere as mesas da calçada. O cardápio sugere croquetas de jamón e o montado de calamares, sanduíche de lula à dorê, rúcula e aïoli. Para acompanhar: chope Estrella Galicia, sangria e vinhos.

Onde: Av. Pedroso de Morais, 267, Pinheiros. 17h/1h (fecha dom. e 2ª)

 

La Barra 

Celebrado por suas casas dedicadas à cozinha italiana, o chef Rodolfo De Santis explora, neste endereço, os sabores da Espanha. A cozinha leva ao salão escurinho e acolhedor tapas variadas. A proposta ali é bebericar vermutes enquanto compartilha porções – são queridinhas as cremosas croquetas de músculo bovino e os pintxos de tortilha.

Onde: R. Carla, 77, Itaim. 19h/0h (5ª a sáb., 12h/15h e 19h/0h; fecha dom.)

 

Croquetas de músculo bovino, bem cremosas, uma das receitas do La Barra.

Croquetas de músculo bovino, bem cremosas, uma das receitas do La Barra. Foto: Alex Silva/Estadão

 

Maripili

Essa acolhedora tasca de esquina ficou famosa por servir pratos tradicionais da Espanha a preços convidativos. Além das receitas do cardápio, como tortilha e pão com tomate, vale a pena conferir as sugestões listadas em uma lousa. Pergunte também sobre os vinhos, há sempre boas opções além da carta.

Onde: R. Alexandre Dumas, 1.152, Chácara Santo Antônio. 12h/22h30 (5ª a sáb., 12h/23h; dom., 12h/15h30)

 

O Mirandês

Na agitada Rua Canuto do Val, esse boteco de ambiente simples e mesinhas na calçada costuma ficar lotado graças às receitas de sotaque português. Ali são servidos clássicos como o bacalhau à brás e a versão à lagareiro. Para beber, uma enxuta seleção de vinhos divide atenções com cervejas em garrafa de 600 mililitros.

Onde: R. Canuto do Val, 216, V. Buarque. 18h/0h (sáb., 14h/0h; dom., 13h30/18h; fecha 2ª)

 

Nos’Otros

Um bar moderninho em Pinheiros, cujo cardápio expressa a essência ibérica. À frente do negócio está o casal Luis Silva, português, e Alana Miranda, natural do Pará. Em uma mescla de influências portuguesas e espanholas, a cozinha prepara tapas e batatas bravas. Típicas de Portugal, as pataniscas são uma espécie de bolinho de bacalhau sem  batata.

Onde: R. Cônego Eugênio Leite, 727, Pinheiros. 19h/0h (sáb., 17h/0h; fecha dom.)

Pataniscas do Nos'Otros, uma espécie de bolinho de bacalhau rústico, que não leva batata.

Pataniscas do Nos'Otros, uma espécie de bolinho de bacalhau rústico, que não leva batata. Foto: Alana Miranda

Tuy Bar, Cocina

Do mesmo grupo do Boteco São Bento e Boteco São Conrado, tem clima badalado e cardápio dedicado às preparações de acento ibérico. Pintxos, bolinhos de bacalhau, croquetas de jamón são algumas das sugestões do menu. Para brindar - e honrar a tradição espanhola -, vale pedir o vermute, servido com gelo, azeitona e uma tira de casca de laranja. 

Onde: R. Jerônimo da Veiga, 163, Itaim Bibi, 3167-7774. 12h/0h.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?