Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Sem cigarro, mas com fósforos

(Por Roberto Muniz)

27 outubro 2009 | 19:11 por redacaopontoedu

Fumar em restaurante está cada vez mais proibido nos Estados Unidos. Mas um revival começou em Nova York e caminha pelo país: a distribuição de caixinhas de fósforos aos clientes, daquelas antigas, de cartão, com o logotipo do restaurante.

“Adoro fósforos”, diz Dona Savitsky, ex-fumante, distribuindo caixinhas de fósforo na entrada do Flora’s, restaurante que ela e um sócio abriram dois anos atrás em Oakland, Califórnia. São caixinhas azul-douradas com 22 fósforos de cabeça azul cada. Exibindo o logo art déco do Flora’s, as caixinhas dão o toque final a uma ambientação que remete ao passado.

Mas, embora a onda no Flora’s seja indiscutivelmente retrô, não há cinzeiro à vista. E, além de o menu destacar a atual e saudável linha da agricultura sustentável, Oakland foi das primeiras cidades californianas a atacar o fumo.

Então, para que fósforos?, perguntaria alguém (enquanto vai pegando uma caixinha ou, mais comumente, várias).

Os fósforos parecem estar travando uma luta de retorno para retomar a primazia entre bolachas de chope, guardanapos, cartões de visita, bastões de mexer drinques e outros recursos que restaurantes usam para firmar o logotipo. Com sua presença física numa era de informação virtual e instantânea, as simpáticas caixinhas podem ter algo a dizer.

“Ninguém leva só uma”, diz Dona Savitsky. “Tivemos de limitar a cinco por pessoa, pois estava ficando caro.” Importadas da Índia, cada caixinha do Flora’s sai por cerca de R$ 0,35. São distribuídas 500 por mês.

A experiência de Dona vem se repetindo em vários restaurantes pelo país e pode ser indício do tênue renascimento do mais tradicional brinde de bares e restaurantes e seu mas eficaz e barato veículo de propaganda. (Do New York Times)

Ficou com água na boca?