Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Um restaurante impossível de ir

A política de reservas de mesa do restaurante parece ter sido inspirada na do conselho de turismo da Coreia do Norte, disse um crítico do jornal britânico The Independent. O pessoal da revista Time Out conta ter ido três vezes à casa, pessoalmente, para garantir uma mesa. Gente simples como Paul McCartney, Kate Moss e Guy Richie está entre os clientes.

02 abril 2014 | 22:55 por redacaopaladar

Mas se, ainda assim, você quiser conhecer o Chiltern Firehouse, e conseguir furar o bloqueio às pessoas comuns, vai provar da comida do chef português Nuno Mendes, um dos mais inventivos da capital inglesa. Ele fechou o premiado Viajante, que tinha uma estrela Michelin e figurava em 59º lugar na lista da revista Restaurant, e agora cuida da brasserie moderninha que vem fazendo barulho em Londres.

Moderninha. A brasserie fica numa casa de 1889. FOTO: Divulgação

A casa fica numa antiga sede do corpo de bombeiros, de 1889, no bairro de Marylebone. É parte do novo empreendimento hoteleiro de Andre Bazals, o milionário americano do The Mercer Hotel e do The Standard, em Nova York. Em sua primeira empreitada na ilha britânica, Bazals manteve a decoração de estilo pretensiosamente despretensioso de seus hotéis e restaurantes nos EUA para agradar a fashionistas e afins, mas investiu também na cozinha.

Além de Nuno Mendes, contratou o subchef do Dinner by Heston Blumenthal, estrelada casa londrina. O cardápio do Chiltern Firehouse é menos criativo que o do Viajante, diz Nuno. “É uma proposta despretensiosa, mas com foco nos melhores produtos britânicos. O objetivo é proporcionar o ambiente perfeito para encontrar amigos, comer bem. O Viajante reabrirá num futuro próximo”, diz.

/ colaborou Luciana Bianchi, especial para o Estado

SERVIÇO – CHILTERN FIREHOUSE

Chiltern St, Marleybone, Londres, 44 7073 7676

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 3/4/2014

Ficou com água na boca?