Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Cochon, em New Orleans, usa ingredientes ícones da cozinha cajun em pratos contemporâneos

Vá para New Orleans pela música e pela comida

08 junho 2016 | 18:00 por Carla Peralva

New Orleans é conhecida pelo jazz, pelos drinques (foi criado o Sazerac, considerado por muito o primeiro de todos os coquetéis) e pela boa comida, de origem cajun e creole. 

Obrigados a sair de suas terras em meados do século 18, parte dos colonizadores franceses estabelecidos na Nova Escócia (Canadá) se instalou ao redor do Rio Mississippi, no coração da Louisiana, onde os espanhóis acabavam de tomar o poder. Na nova terra, os acadians, ou cajuns, aprenderam a manejar os terrenos pantanosos e a lidar com o clima quente com os creoles, povo descendente de franceses e africanos, há mais de um século estabelecido na região. Desse encontro surgiu a icônica comida de New Orleans, que mistura técnicas francesas (as ostras à Rockefeller, por exemplo) com tradições e ingredientes africanos (como o gumbo, ensopado à base de quiabo com carnes e frutos do mar). 

Joelho de porco com feijão e vegetais refogados.

Joelho de porco com feijão e vegetais refogados. Foto: Divulgação

No cardápio do Cochon, restaurante do chef Donald Link, nascido e criado na Louisiana, constam todos os ingredientes estandarte da comida cajun: crawfish (uma espécie de lagostim), carne de jacaré, ostra, bagre, boudin (linguiça de carne de porco e sangue), miúdos de porco, costelas de porco e diversos outros cortes de porco. 

Autor do livro Real Cajun: Rustic Home Cooking (Clarkson Potter, 2009), Link aposta em uma cozinha cajun autêntica, mas contemporânea e focada em ingredientes locais – a lista de fornecedores está disponível no site do restaurante. As ostras são servidas com manteiga de alho apimentada (US$ 14), a carne de jacaré é frita e servida com maionese da casa (US$ 12), a bochecha de porco é braseada com rabanetes e ervas (US$ 12). 

Ostras na manteiga de alho apimentada.

Ostras na manteiga de alho apimentada. Foto: Divulgação

Carne de jacaré frita com maionese da casa.

Carne de jacaré frita com maionese da casa. Foto: Divulgação

A pouco mais de um quilômetro do French Quarter, centro turístico da cidade, em um antigo bairro industrial, o restaurante fica em um grande armazém reformado, com janelões, tijolos aparentes e mesas de madeira. Logo na entrada, à esquerda, está um balcão e o bar, que conta com uma extensa carta de bourbons e cervejas, além de opções de drinques, cervejas e cidras. No fundo do salão, outro balcão, que encara as grelhas e o forno a lenha. De lá saem pratos como o delicioso Louisiana cochon, carne de porco com tempero creole desfiada servida sobre repolho refogado, picles de nabo e cracklins, uma versão local do torresmo (US$ 24). O peixe do Golfo, de carne branca e macia, é assado inteiro com limão e servido com picles de cebola (US$ 32). As ostras reaparecem fritas em um sanduíche com bacon e tomate (US$ 20). 

De sobremesa, prove o doberge cake, bolo em camadas super macio com sementes de papoula, creme de baunilha e cobertura de limão (US$ 8). 

O chef Donald Link inspira-se no jeito de cozinhar de seus avós.

O chef Donald Link inspira-se no jeito de cozinhar de seus avós. Foto: Divulgação

O Cochon fica a pouco mais de um quilômetro do centro turístico de New Orleans: vale a caminhada

O Cochon fica a pouco mais de um quilômetro do centro turístico de New Orleans: vale a caminhada Foto: Divulgação

O restaurante foi construído em um antigo armazém industrial.

O restaurante foi construído em um antigo armazém industrial. Foto: Divulgação

Terminada a refeição, vale passar no bar logo ao lado, o Butcher, dos mesmos donos. Conservas, temperos, cortes de carne, terrines, embutidos, livros e acessórios de cozinha estão à venda em um ambiente descolado que ao mesmo tempo abriga as vitrines do açougue e mesas para compartilhar. Enquanto estiver sentado – vinhos, drinques, tábuas de queijos e embutidos e grandes sanduíches compõem o cardápio – tente contar quantas referências ao universo Star Wars estão espalhadas pelo bar. 

CONTINUE LENDO: 

+ Para ouvir jazz com queijos e vinhos

SERVIÇO 

Cochon

930 Tchoupitoulas Street, New Orleans

Tel.: +1 (504) 588-2123

Horário de funcionamento: Seg. a qui., 11h/22h (sex. e sáb., 11h/23h, fecha dom.)

www.cochonrestaurant.com

Navegue pelo mapa e escolha outros destinos gastronômicos

 

Ficou com água na boca?