Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Zoe Sandwich Shop, no Tatuapé, entrega sandubas que passam pelo pit

A alma da lanchonete é o pit smoker, o forno de estilo americano, que assa e defuma, lentamente

25 de agosto de 2021 | 03:00 por Patricia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Foi por pouco. O Zoe Sandwich Shop, no Tatuapé, sobreviveu por um triz. Logo nas primeiras semanas da pandemia, o casal de proprietários, Giovana e Rodrigo Rios, achou que a casa não iria resistir à crise. Sem dinheiro para a rescisão dos funcionários, a saída foi lançar um menu executivo, com pratos simples e baratos no almoço, para fazer caixa e encerrar as atividades. Acontece que o almoço executivo acabou sendo um sucesso e o Zoe está melhor atualmente do que nos tempos pré-covid. Resultado, os pratos continuam em cartaz, ao lado dos sanduíches autorais, o foco original da casa. 

ZFC - Zoe Fried Chicken

ZFC - Zoe Fried Chicken Foto: Luis Vinhão

Giovana e Rodrigo dividem a cozinha. Fazem tudo do zero. Aquilo que não é executado ali foi escolhido à dedo, caso dos queijos da fazenda Atalaia e do cheddar inglês maturado, além das carnes, aves e peixes. Garimpam vegetais, ervas e legumes frescos, na feira de produtores na vizinhança. 

A alma do Zoe é o pit smoker, o forno de estilo americano, que assa e defuma, lentamente. Quase tudo sai dele. A boa notícia é que nada é defumado em excesso: a intensidade de defumação varia conforme o ingrediente, mas, em geral, se resume a um toque delicado. Exceto no caso do cupim, que passa trinta e seis horas no pit. Em compensação, a costelinha suína entra ali só nos vinte minutos finais de preparação. O defumado aparece delicadamente também no frango do shawarma, na maionese e na costela usada para fazer um delicioso croquete – redondo, bem crocante por fora e com recheio úmido, sem ser cremoso. Vem com aioli de pimenta togarashi, uma pimenta japonesa em pó (R$ 29,90, porção com 6 unidades).

Croquete de costela defumado

Croquete de costela defumado Foto: Luiz Vinhão

 A costelinha suína é espetacular: depois de cozida lentamente é defumada e laqueada com o molho chinês hoisin feito na casa. Para completar, gergelim e cebolinha fresca. De tão macia, descola do osso com um leve toque (R$ 31,90, porção de 250g). 

Entre os sanduíches, acho imbatível o ZFC, uma brincadeira com Kentucky Fried Chicken, o KFC. O filé de peito é marinado à moda do sul dos Estados Unidos, em uma mistura de buttermilk (soro do leite) com especiarias e temperos. Depois é passado na farinha -- o chef aperta bem, antes de fritar. O frango é servido em um brioche leve (que leva metade da manteiga da receita tradicional). Para finalizar, maionese à base de óleo de carvão, que deixa sabor de brasa. E ainda cebola roxa picada e folhas de dill, alface e coentro (R$ 30,90). 

Costelinha suína, defumada e laqueada com molho hoisin

Costelinha suína, defumada e laqueada com molho hoisin Foto: Luis Vinhão

Outra brincadeira com a gringa que deu certo é o brisket de cupim. Brisket é o peito bovino, geralmente assado no pit e desfiado. O Zoe usa a mesma fórmula no preparo do cupim, que passa 48 horas na defumação. Vem dentro de um brioche, com requeijão baiano, picles de cebola, cebola frita, agrião, maionese de cupim (R$ 30,90).

O BBB é a combinação de bacon, barbecue e burguer, todos feitos artesanalmente.  O "burger" é um blend bovino de  hereford, o bacon e o molho barbecue são feitos na cozinha. Além disso, o sanduba leva cheddar inglês maturado, relish de pepino, cebola roxa e dill (R$ 35,90). 

Shawarma de falafel

Shawarma de falafel Foto: Luis Vinhão

A pedida vegetariana é o shawarma de falafel (R$ 28,90), enrolado no pão folha, com emulsão de tahine, tomate cereja, pepino, mix de ervas, além de falafel do tipo bem macio, feito com ervas frescas em profusão. Tem também shawarma de cordeiro e de frango defumado. Os chefs estão desenvolvendo uma linha de hot-dogs, prometida para breve. 

Delivery pelo iFood (num raio de 8km), retirada no local (R. Antônio Camardo, 52, Vila Gomes Cardim). A casa está estudando sistema próprio para aumentar o alcance das entregas. Encomendas pelo Whatsapp (11) 20918599.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?