Paladar

Receitas

Receitas

 
 

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Crostini alla Romana

O crostino alla romana combina anchova com mussarela de búfala ou de vaca

por Patrícia Ferraz

Os italianos chamam de crostino uma fatia de pão – do tipo filão ou rústico – coberta. A cobertura pode ser simples como queijo derretido, uma fatia de presunto, qualquer embutido, carnes, ou elaborada, como um patê de fígado ou uma mousse. Em italiano, o termo crostino, ou crostini (no plural) designa também os cubinhos de pão torrados que os franceses chamam de crôutons, servidos como acompanhamento de sopas e saladas.

O crostino alla romana é uma combinação clássica de anchova e mussarela de búfala ou de vaca. A receita pode levar também uma fatia de presunto cru e salsinha por cima. Gosto da versão mais simples, do jeito que era feita na minha casa na infância, apenas mussarela comum (não havia mussarela de búfala por aqui) e pasta de anchovas feita na hora. É parecida com a porção que fez sucesso no restaurante Nello’s, em Pinheiros, nos anos 1980 (só que ali, além de manteiga, a pasta de anchovas levava também creme de leite).

Preparo

1Ponha as fatias de pão numa assadeira e leve ao forno por uns três ou quatro minutos. Tire antes de dourar.
2Fora do fogo, vire as fatias na assadeira e reserve.
3Rale a mussarela em outro recipiente e reserve.
4Numa panela, derreta a manteiga e coloque os filés de anchova. Mexa bem para misturar a anchova com a manteiga até formar uma pasta. Desligue o fogo.
5Espalhe a pasta sobre as fatias de pão e cubra com o queijo ralado.
6Leve ao forno até derreter o queijo. Sirva bem quente, de entrada.

 

Dica da sommelière Daniela Bravin 

Sal propõe desafios. No caso da anchova com azeite, para que a acidez do vinho não se apague sob o sal sugiro vinhos animados como os deliciosos Muscadets do Vale do Loire: Muscadet de Sèvre et Maine 2010, Domaine Guy Saget, (R$ 55,77, na Mistral, tel. 3372-3400) e o Muscadet de Sèvre et Maine, Domaine La Haute Févrie (R$ 75, na Zahil, tel. 3071-2900). E por que não outra estrela da mesma região, a uva Chenin Blanc esbanjando frescor e mineralidade? O Vouvray Sec Cuvée Arpent 2010, de Sébastien Brunet (R$ 113, na Galeria do Vinho, tel. 13 3284-0678) é uma boa pedida.

Ficou com água na boca?