Paladar

Receitas

Receitas

Quibe aberto

Aprenda a fazer esse prato com receita de Yotam Ottolenghi e Sami Tamimi, do livro Jerusalém

por Redação Paladar

Esta é uma invenção sobre um clássico de Jerusalém, “a capital do quibe”. Não se assuste com o sumagre (sumak): lojas especializadas costumam ter a especiaria típica do Oriente Médio.

Diferente forma de apresentar a clássica receita

Diferente forma de apresentar a clássica receita Foto: Reprodução

Preparo

1Preaqueça forno a 180°C-200°C.
2Ponha o trigo em uma tigela, cubra com 200 ml de água e reserve.
3Numa frigideira com azeite, salteie a cebola, o alho e o chile. Tire da panela e reserve. Na mesma panela, refogue o cordeiro por 5 minutos, até dourar.
4Devolva a mistura de cebola à panela. Junte as especiarias, os temperos e quase todo o pinole. Cozinhe por dois minutos e tire do fogo. Ajuste os temperos.
5Coe o trigo, adicione a farinha, 1 colher (sopa) de azeite, um pouco de sal e pimenta-do-reino e misture com as mãos.
6Pressione a massa sobre uma fôrma de fundo removível forrada com papel-manteiga. Espalhe sobre ela o cordeiro, asse por 20 minutos, até a carne escurecer.
7À parte, misture o tahine, o suco de limão, 50 ml de água e sal. 7. Tire o quibe do forno, espalhe sobre ele o tahine e salpique os pinoles e a salsinha restantes. Asse por mais 10-12 minutos.
8Tire do forno, deixe amornar. Retire os lados da fôrma e sirva o quibe em fatias, depois de polvilhar sumagre e regar com azeite.

 

Ficou com água na boca?