Paladar

Comida

Comida

Os melhores chocotones de 2018

Degustação às cegas, com quatro jurados especialistas, colocou à prova 25 chocotones para eleger os dez melhores do ano

05 dezembro 2018 | 20:55 por Danielle Nagase

Especial para o Estado 

Se você veio direto para este post é porque prefere a combinação de massa de panetone com chocolate. E não está sozinho. O chocotone está ganhando força e mesmo os produtores artesanais estão fazendo suas versões.

De olho no que o mercado tinha para oferecer este ano, a repórter Danielle Nagase foi para rua selecionar quais chocotones entrariam na megadegustação desse ano. Com foco nos clássicos, ela eliminou, de cara, os que fugiam demais à tradição. Tem doce de leite? Fora. Recheio cremoso em excesso concentrado no centro? Vetado. 

Passada a peneira, 25 chocotones foram colocados à prova. 

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

A qualidade do chocolate também entrou na avaliação dos jurados, que analisaram textura, umidade, sabor, distribuição do recheio. Eles anotaram suas impressões numa ficha e deram notas de 1 a 5 para cada chocotone. Abaixo, conheça os dez primeiros colocados do ranking e os outros 15 finalistas, em ordem alfabética.

+ CONHEÇA OS MELHORES PANETONES DE 2018 

 

                        

 

TIME DO CHOCOTONE

Conheça os jurados que provaram e avaliaram esta categoria.

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

1. Rodrigo Ribeiro, confeiteiro 

Seu currículo acumula passagens pelas cozinhas do D.O.M, Maní, Mangiare e Oro. Atualmente, é responsável pelas sobremesas do Petí. “Adorei ficar na turma do chocotone, mas que moda é essa de misturar frutas secas às gotas de chocolate?”, questiona. 

2. Henrique D’Utra Vaz, técnico em panificação 

Padeiro responsável pela inauguração da Mr. Baker, está, hoje, à frente da pizzaria Marias & Clarices, recém-inaugurada na Vila Madalena. Ficou inspirado com a degustação e disse que vai arriscar fazer panetone num forno a lenha. 

3. Carlos Siffert, chef 

Formado em gastronomia, ex-dono de restaurante, faz parte do corpo docente da Escola Wilma Kovesi de Cozinha. É também pesquisador e um dos coautores do livro 400 Gramas: Técnicas de Cozinha. Gosta de chocotones clássicos, sem firulas. “Menos é mais.”

4. Renata Mesquita, repórter do Paladar

Além de trabalhar com jornalismo gastronômico, é cozinheira formada pela Anhembi-Morumbi. Dessa vez, ficou de fora da produção da degustação para participar do júri. “Agora sei o que os degustadores passam”

+ CONHEÇA OS MELHORES PANETONES DE 2018 

Ficou com água na boca?