Paladar

Comida

Comida

Os melhores panetones de 2018

Degustação às cegas, com quatro jurados especialistas, colocou à prova 25 panetones para eleger os dez melhores do ano

05 dezembro 2018 | 20:56 por Danielle Nagase

Especial para o Estado 

Ao primeiro sinal de panetones e chocotones no mercado, a repórter Danielle Nagase foi para a rua pesquisar o que padarias, confeitarias e a indústria panificadora tinham para oferecer este ano – a seleção inicial ultrapassou 100 diferentes opções. Com foco nos clássicos ela eliminou, de cara, os que fugiam à tradição. Recheio de doce de leite? Fora. Goiabada em vez das frutas? Vetado.

Equilíbrio também pesou na hora da escolha e, com isso, as versões com recheio cremoso concentrado no centro também perderam a chance de entrar para o ranking. 

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

Passada a peneira, sobraram 25 panetones e 25 chocotones para a megadegustação. No dia da prova, dividimos os jurados em dois times, um avaliou os panetones, o outro os chocotones.

Os jurados – que você conhece abaixo – provaram às cegas (sem saber marcas), avaliando textura, umidade, sabor, aroma e quantidade de recheio, e deram notas de 1 a 5. Abaixo você conheçe os 10 melhores colocados e os outros 15 provados em ordem alfabética.

+ CONHEÇA OS MELHORES CHOCOTONES DE 2018

 

 

TIME PANETONE 

Conheça os jurados que provaram e avaliaram esta categoria:

O time de jurados da degustação de panetones

O time de jurados da degustação de panetones Foto: Daniel Teixeira|Estadão

1. Heloísa Rodrigues, professora

Estudou confeitaria e panificação no Culinary Institute of America. É professora da Anhembi-Morumbi e também coordena o curso de Gastronomia da universidade. Tem bom faro para emulsificantes: “Essa umidade não é de Deus”. 

2. Lucas Corazza, confeiteiro

O mais brincalhão da turma, jura que já foi flagrado comendo só o recheio do panetone na noite de Natal. Formou-se na França, na Ecole Nationale Supérieure de la Pâtisserie. Atualmente dá aulas em todo o Brasil e é jurado do programa Que Seja Doce, do canal GNT.

3. Brenda Freitas, confeiteira

Antes de chegar ao Maní, em 2016, para assumir a praça da confeitaria, estudou “Chocolate” na França, na École Nationale Supérieure de Pâtisserie. Adora panetones desde pequena, mesmo com as frutinhas cristalizadas, mas torce o nariz para chocotones. 

4. Marcos Carneiro, padeiro

Filósofo do pão, faz ótimos exemplares com fermentos selvagens. Sua padaria, a Miolo, fica aos pés da Serra da Cantareira. O mais crítico dos jurados, é avesso ao excesso de açúcar e gordura na composição dos panetones e dá nota zero sem dó. “Gosto eterno de gordura na boca”, reclama.

+ CONHEÇA OS MELHORES CHOCOTONES DE 2018

Ficou com água na boca?