Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fica aí: As melhores feijoadas para delivery

Pedimos, provamos e avaliamos a feijoada para viagem de diferentes restaurantes da cidade. Veja quais viajam bem e os pontos altos (e baixos) de cada um

24 de junho de 2020 | 05:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Só entraram nesta lista as feijoadas com três requisitos. Feijão de qualidade superior, macio e firme, bem temperado, com caldo encorpado e brilhante. Carnes variadas – no mínimo, lombo, paio, carne-seca, costelinha e linguiça – bem cozidas, saborosas, com sal equilibrado. E, por fim, os indispensáveis acompanhamentos: couve, farinha, torresmo e laranja são os básicos, mas em geral os restaurantes esbanjam nesse quesito.

A ordem a seguir, é aleatória, porém alguns itens merecem destaque e estão assinalados. Se ficar na dúvida de qual escolher, aproveite várias quartas e sábados para provar o prato... 

Bar da Dona Onça - Melhor costelinha 

É com este prato que o casal de chefs Janaina e Jefferson Rueda recebe em casa os cozinheiros estrangeiros e convidados. A feijoada da Janaína, a Dona Onça, já arrancou elogios de chefs-celebridade como Ferran Adrià, Micha, Josean Alija e de artistas como Weiwei e Ney Matogrosso, entre tantos outros. É feijão bem temperado, com boa variedade e fartura de carnes, servido com farofa, abóbora e maxixe cozidos. E mais três itens que dão personalidade ímpar à receita, couve crua, fatiada fininha e levemente temperada com limão, sal e azeite; o tartare de banana fresca; e uma costelinha suína espetacular: é pequena, muito saborosa, carnuda e sequinha.

Feijoada do Bar da Dona Onça

Feijoada do Bar da Dona Onça Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

 

● Preço: R$ 169, porção para duas pessoas.

● Embalagem: Bem vedadas, biodegradáveis (e lindas!)

● Desvantagem: Não entrega na cidade toda, só num raio de 7 km do restaurante, no Centro. E não tem retirada no local, para evitar aglomeração.

● Entrega: Ifood, apenas aos sábados. 

Rubaiyat - Melhores carnes 

A feijoada é bem farta e vem em dois potes: no primeiro, o feijão, macio e íntegro misturado com carnes variadas, deliciosas; o segundo, só com feijão, sem as carnes. E aí, tem um festival de acompanhamentos e as melhores carnes da seleção: torresminho frito, costelinha e bisteca suínas, linguiça grelhada; farofa de ovos com carne seca e salsinha, couve refogada, mandioca e banana fritas, laranja e abacaxi.

Feijoada do Rubaiyat 

Feijoada do Rubaiyat  Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 135, porção para dois, mas serve três. 

● Embalagem: Boa, bem vedada, com os itens bem separados.

● Desvantagem: Mandioca não viaja bem, murcha no caminho.

Entrega: Ifood, às quartas e sábados

Ugue's

Muito saborosa e farta esta feijoada servida pela lanchonete que funciona desde 1968, em Santa Cecília. Ótimo feijão, caldo grosso, brilhante, bem saboroso e equilibrado – está tudo ali, mas nada se sobressai além da conta. As carnes vêm junto com o feijão. Para acompanhar, boa porção de  arroz branco soltinho, farofa bem básica apenas com bacon, couve refogada na manteiga, torresmo grande, bisteca.

Feijoada do Ugue's

Feijoada do Ugue's Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 99, serve bem três pessoas

● Embalagem: Simples, a quentinha de alumínio mantém a temperatura, mas vaza pela tampa.

● Desvantagem: Não vem com laranja

● Entrega: Própria, de bicicleta, em Santa Cecília e Higienópolis. Ou para retirada no local com encomendas pelo telefone: 36613197. Às quartas e sábados.

Pirajá 

A receita é a da tia Surica, integrante da velha guarda da Portela. Básica, com feijão firme, caldo encorpado e com carne seca, paio, costelinha e boa quantidade. Como acompanhamento, bisteca, laranja, couve refogada e farinha amarela. 

Feijoada do Pirajá 

Feijoada do Pirajá  Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 52, porção individual; R$ 88, para duas pessoas.

● Embalagem: A melhor e mais simpática, de plástico reutilizável e biodegradável, vem empilhada como marmitinha. 

● Desvantagem: Pouca linguiça e em vez de farofa, apenas farinha amarela

● Entrega: Ifood. Só sábado.

Bolinha - Mais complementos

É a mais tradicional da cidade, carro-chefe do restaurante inaugurado em 1946. A principal marca dessa feijoada, servida em versão tradicional ou magra, é a fartura de complementos. A diferença está nas carnes que cozinham junto com o feijão, a tradicional leva pé, rabo e orelha, além do que tem na outra também: carne seca, paio, costela, linguiça portuguesa e lombo defumado. E esse é só o começo, ainda tem os acompanhamentos, arroz, couve refogada, banana milanesa, linguiça grelhada, mandioca frita, bacon torradinho, torresmo e bisteca grelhada. E mais laranja, farinha de mandioca, farofa, molho de pimenta e até batida de limão.

Feijoada do Bolinha

Feijoada do Bolinha Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 118,70, individual, mas serve bem duas pessoas

● Embalagem: Simples, de plástico, com divisões, mas funciona bem. Vem montada em uma caixa, tudo encaixado em papelão para não virar.

● Desvantagem: O preço

● Entrega: Própria, encomenda pelo telefone (3061-2010) ou pelo site do restaurante bolinha.com.br

Consulado Mineiro 

Feijão firme, caldo grosso e de ótimo sabor, vem com as carnes misturadas – costelinha, paio, carne-seca e linguiça. É básica, tem apenas os complementos mínimos, arroz, farofa, torresmo, couve (delicada, verdinha e refogada com pouco alho) e laranja. Porém a porção é farta.

Feijoada do Consulado Mineiro 

Feijoada do Consulado Mineiro  Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 134, para duas pessoas, mas serve três, fácil

● Desvantagem: Não tem bacon e banana

● Entrega: Ifood, todos os dias 

Hospedaria - Melhor preço 

Básica e deliciosa, a feijoada da Hospedaria é novidade no delivery. Feijão macio, caldo bem grosso (poderia ter um pouco mais de caldo), leve e ao mesmo tempo saboroso. Vem com molho de feijão apimentado à parte. Os complementos incluem uma costelinha grande macia por dentro porém com a crosta crocante e sequinha (é cozida a vácuo e depois frita), farofa de flocos de milho com bacon, torresmo e um surpreendente e levíssimo vinagrete com mini-cubinhos de laranja, cebola roxa e tomate. A couve verdinha, levemente refogada, é outro ponto alto. Nem pense em dividir, a porção é farta, mas individual. O preço é ótimo.

Feijoada do Hospedaria

Feijoada do Hospedaria Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 29, individual

● Embalagem: De papelão com camada plastificada, não resistiu ao longo trajeto, chegou com a tampa um pouco molhada.

● Desvantagem: Faltou caldo, nada grave, mas ficaria melhor com um pouco mais.

● Entrega: Ifood, às quartas e sábados

Tordesilhas - Melhor feijão 

Feijão notável, muito bem temperado, macio e firme, com caldo encorpado, brilhante. Ótimo equilíbrio entre grãos, caldo e carnes – em pedaços grandes, costelinha, paio e linguiça, vêm junto com o feijão. Além disso, só torresmo e a couve, delicadamente refogada, bem verdinha e uma farinha de mandioca fininha, especial. Ah, a laranja também vem, porém inteira e com casca. O restaurante faz duas versões do prato, na quarta-feira, serve como PF e no sábado, em maior quantidade, nas embalagens separadas.

Feijoada do Tordesilhas

Feijoada do Tordesilhas Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 49 o PF; na quarta-feira; R$82 a completa, no sábado. Individual nos dois casos

● Embalagem: Papelão com camada plastificada, bem vedada.

● Desvantagem: laranja inteira, que obriga você a descascar.

● Entrega: Ifood, às quartas e sábados.

Capim Santo - A mais leve

Saborosa e especialmente leve, traz as carnes misturadas ao feijão, arroz soltinho e delicado. Vem com quibebe, laranja, couve refogada com alho, farinha de mandioca torrada como uma farofa simples e muito gostosa. Destaque para a banana cortada em rodelas e combinadas com passas e amendoim. 

Feijoada do Capim Santo

Feijoada do Capim Santo Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

● Preço: R$ 169, serve quatro pessoas 

● Embalagem: Foi o ponto fraco do delivery, as caixas de papelão comum não resistiram à viagem, encharcaram, a feijoada vazou.

● Entrega: IIfood, apenas aos sábados

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências