Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Bar do restaurante Dô nasce para abrigar fila, mas ganha vida própria

Bar do Dô, no Baixo Pinheiros, serve a partir do mesmo pequeno balcão os drinques e os petiscos que não passam por cozinha quente, como tataki de salmão

27 junho 2018 | 20:47 por Renata Mesquita

Acomodar os clientes da fila de espera em um novo ambiente e com serviço independente já virou prática comum em algumas casas da cidade. O Dô, restaurante japonês do Baixo Pinheiros, acaba de aderir a ela.

O Bar do Dô abriu as portas num espaço em frente ao restaurante, que ocupa a esquina da Rua Padre Carvalho, no mesmo lugar onde funcionou a Salumeria Tarantino. E assim como em outros endereços da cidade (Petit Le Jazz, Salumeria do Nino, Due), o bar já ganhou vida e clientela próprias. Não por acaso, o pequeno salão aberto para a calçada atrai quem está só de passagem ou em busca de um simples boteco na movimentada região gastronômica. 

Tataki de salmão

Tataki de salmão Foto: Gabriela Bilo|Estadão

De chope Estrella Galicia (R$ 10) a saquês importados, o propósito de bar é atestado. Tem carta com gim tônicas importados (Hendrick’s, R$ 33) e uma opção nacional (Vitória Régia, R$ 26) e outros drinques como negroni e aperol spritz (R$ 30). 

O cardápio de comes é também um chamariz, breve e mais barato que o da casa principal. Serve apenas porções cruas – não tem cozinha, e o sushiman divide o espaço com o barman atrás do balcão. São duas opções de tataki (R$ 45), salmão e atum cortados em cubos médios e bem temperados; porção de sashimi (R$ 25); temakis variados (R$ 20) e opções de chirachis bem montados em cinco tamanhos diferentes.

 

  Foto: Gabriela Bilo|Estadão

SERVIÇO

Bar do Dô

R. Padre Carvalho, 227, Pinheiros

Funcionamento: 18h30/0h (fecha dom. e seg.)

 

Ficou com água na boca?