Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Seis endereços dedicados a cozinha latino-americana 

A capital paulista reúne diversos bares e restaurantes, que representam toda a riqueza da gastronomia da América Latina. Conheça alguns deles

08 de janeiro de 2021 | 05:00 por Cintia Oliveira, Especial para o Estado

Plural em sua essência, a vibrante cozinha latino-americana é formada por influências que vêm desde os povos nativos até a colonização espanhola, passando pelos imigrantes de outras nacionalidades. Reúne desde o frescor dos pescados, que são a base do ceviche peruano, até as carnes premium finalizadas na parrilla argentina. E - para a nossa sorte - diversos endereços da capital paulista representam muito bem a cozinha de nossos vizinhos. A seguir, confira um roteiro com alguns endereços: 

Tacos do novo balcão especializado na receita mexicana LosDOs

Tacos do novo balcão especializado na receita mexicana LosDOs Foto: Marcela Oliveira

LosDos 

Os chefs Caio Alciati e João Gertel deixaram o dia a dia da cozinha do Mica (mas seguem como chefs consultores) para inaugurar, em dezembro passado, uma pequena taqueria, que fica na mesma rua do restaurante. Do balcão, onde se pede os tacos para comer na rua ou levar para casa, saem tacos de inspiração mexicana, com um toque autoral. É o caso dos tacos al pastor, à base de carne de porco marinada em especiarias, pimentas secas e goiabada, assada no trompo, tradicional espeto vertical e giratório (R$ 9,90) e o de língua bovina com nabo e banana-da-terra, pimenta de cheiro, cebola, coentro e salsa verde (R$ 9,90). 

Onde: R. Guaicui, 26, Pinheiros. 3539-3549. 16h/22h (sáb. e dom. 14h/ 22h. fecha seg.) 

Metzi

Inaugurado em setembro pelo casal de chefs, a brasileira Luana Sabino e o mexicano Eduardo Nava Ortiz (que trabalharam no restaurante mexicano Cosme, de Nova York), o Metzi apresenta uma cozinha fincada nas raízes mexicanas, mas elaborada com ingredientes locais. A quesadilla, por exemplo, é servida com mole amarillito (molho à base de pimentas amarelas desidratadas no próprio restaurante), que leva azeite de dendê, queijo tipo Oaxaca (inspirado no queijo mexicano, que combina a elasticidade da mussarela e o defumado do provolone e é produzido na serra da Canastra) e cogumelos (R$ 30). Já o escabeche de quiabo é um dos toppings dos tacos, novidade do menu à base de carne Angus (300g), demi glace com pimenta chile mixe (defumada e adocicada), purê de avocado e salsa de chile seco (R$ 130, serve 4 pessoas). Tudo chega à mesa separado e a ideia é que cada um vá montando os seus tacos. 

Onde: R. João Moura, 861, Pinheiros. 98045-5022. 18h/22h (sáb. 12h/15h e 18h/22h. fecha dom. e seg.)

Carne ancho angus, demi glacê de chile mixe, escabeche de quiabo, purê de avocado e salsa de chile seco no Metzi 

Carne ancho angus, demi glacê de chile mixe, escabeche de quiabo, purê de avocado e salsa de chile seco no Metzi  Foto: Eduardo Ortiz

 

Mescla 

Localizado na Barra Funda, o restaurante do chef boliviano Checho Gonzales (que também comanda a Comedoria Gonzales, no Mercado de Pinheiros) apresenta uma cozinha autoral de inspiração latino-americana, com diversos pratos para compartilhar. O cardápio muda constantemente e a pedida da vez é a costela de porco confitada e servida com salsa de coentro e feijão-fradinho, banana-da-terra, batatas, tomates assados e arroz (R$ 38, individual; R$ 64, serve duas pessoas). Outra sugestão, que vez ou outra surge no menu, são os espetinhos de coração de galinha com anéis de lula e creme de amendoim (R$ 29, 2 unidades). 

Onde: R. Souza Lima, 305, Barra Funda. 97327-0438. 12h/15h (sex. 12h/ 16h. sáb. e dom. 12h/17h)

Balcão do Mescla, na Barra Funda 

Balcão do Mescla, na Barra Funda  Foto: Estudio Coma

 

Barú Marisqueria 

Inspirado no conceito das marisquerias ibéricas, que é muito difundido pelos países da América Latina, o restaurante comandado pelo chef colombiano Dagoberto Torres apresenta um menu à base de frutos do mar, com diversas sugestões para compartilhar. Entre as pedidas, destaque para o picadito playero (ceviche de atum servido sobre discos de patacones, à base de banana-da-terra. R$ 38, 4 unidades) e o camarón que se duerme (camarão com maionese de chipotle e nirá, R$ 38, 4 unidades).  

Onde: R. Augusta, 2542, Cerqueira César. 3062-0898. 12h/15h e 19h/21h30 (sáb. 12h/16h e 19h/21h30. dom. 12h/16h30. fecha 2ª) 

Lambe lambe do Barú 

Lambe lambe do Barú  Foto: Rubens Kato

 

Ama.zo

Instalado em um deslumbrante jardim, cercado por jabuticabeiras, o restaurante tem o cardápio assinado pelo chef peruano Enrique Paredes e reúne uma seleção de clássicos da cozinha peruana, mas com um toque autoral. Entre as sugestões, destaque para o cebiche y pulpo (peixe do dia, polvo na brasa e salsa acevichada de rocoto, R$ 73), o arroz con pollo (arroz servido com coxa de frango crocante, gema mole e coração de galinha, R$ 52) e o quinoto a la huancaína (risoto de quinoa com creme à base de queijos e camarões flambados, R$ 73).    

Onde: R. Guaianases, 1149, Campos Elíseos. 99560-4321. 12h/15h30 (sáb. e dom. 12h/16h30)

Jardim do Ama.zo 

Jardim do Ama.zo  Foto: Amazo

 

Martín Fierro 

O restaurante comandado por Ana Maria Massochi completou 40 anos em 2020 e segue como referência quando o assunto é cozinha argentina na capital paulista. Para começar, vale pedir o  pan de abuela, receita de Ana à base de pão, creme de espinafre e ovo de codorna frito (R$ 16, 4 unidades) e a morcilla (R$ 24). Entre os cortes premium, destaque para o assado de tira (R$ 165, 500g) e o bife noix (R$ 109, 300g; R$ 149, 450g), que chegam à mesa com salada de folhas verdes. E não deixe de pedir a empanada com recheio de carne picada na ponta da faca, ovos, azeitonas e passas (R$ 8,50), que liderou o ranking das melhores empanadas promovido pelo Paladar, em 2019

Onde: R. Aspicuelta, 683, Vila Madalena. 3814-6747. 12h/17h (sáb. e dom. 12h/19h)

Empanadas do Martin Fierro 

Empanadas do Martin Fierro  Foto: Giuliana Nogueira

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?