Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Fica aí: lámens e udons para pedir em casa e aplacar o frio

Provamos e avaliamos cinco bowls imperdíveis disponíveis nos aplicativos de delivery

27 de maio de 2020 | 05:00 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Não foi fácil preparar o lámen para viagem. E nem o udon. De uma hora para outra, os donos de izakayas e restaurantes japoneses de São Paulo tiveram de sair atrás de embalagens capazes de manter a integridade das massas japonesas servidas em caldo fumegante.

Os pratos combinam caldo quente, macarrão já cozido, temperos e complementos que incluem carnes,cebolinha, algas, ovo e vegetais – entregues à parte para serem misturados na hora de comer. Ninguém estava preparado. 

O Lamen Kazu, uma das casas especializadas, na Liberdade, trocou três vezes os recipientes no último mês e meio. Do copo de isopor ao de papelão, todos deram problemas – ou o pote virava na moto do entregador, ou a tampa soltava...

Suki udon do Aizomê 

Suki udon do Aizomê  Foto: Rafael Salvador

O Tan Tan Noodle Bar também testou várias formas de envio, até chegar à atual: parte dos elementos é embalada à vácuo e outra parte em potes. Nas últimas semanas, um cilindro de papelão impermeabilizado importado da China começou a aparecer com sua tampa que faz as vezes de um outro pote, permitindo que cada item viaje no seu compartimento. Aizomê adotou. Kuroda também. 

As massas japonesas têm personalidade própria, os fios variam em espessura e composição; o caldo pode ser vegetal, suíno ou de ave; o tempero pode levar sal, missô ou shoyu e os complementos também variam. Seja qual for a receita, a massa mergulhada em caldo fumegante aquece o corpo e a alma. O caldo deve ser servido muito quente, o ideal é esquentá-lo no micro-ondas e depois misturar os complementos.

Só não aconselho seguir a tradição na hora de comer se os humores estiverem instáveis na quarentena: a regra é levantar a massa com o hashi e sugar, fazendo barulho. Talvez seja mais prudente deixar a etiqueta de lado para manter o bom clima da casa. Confira cinco bowls imperdíveis.

Aizomê

Esse suki udon do Aizomê é um espetáculo. O caldo base da Telma Shiraishi é de uma delicadeza ímpar, o que, aliás, é marca da chef oficial do Consulado Geral do Japão em São Paulo e dona dos restaurantes Aizomê e Aizomê na Japan House. A base é uma combinação de dashi, shoyu e sakê mirin, um caldo de sabor complexo e suave ao mesmo tempo, que faz a gente querer tomar até o último gole. O prato vem com massa do tipo udon, fio grosso feito com farinha de trigo e água alcalina, importado congelado do Japão. O suki udon leva fatias de wagyu com cebola, tofu grelhado, cogumelos, vegetais e ovo cozido cremoso.

● Preço: R$ 85 o sukiyaki (mais R$15 o udon e mais R$ 5 o ovo)

● Delivery: Próprio, taxa varia conforme endereço.

Kuroda

Foi nos tempos em que era lutador de sumô no Japão que Fernando Kuroda aprendeu a cozinhar. Seu lámen é impecável, construído a partir de uma base de carne suína e vegetais muito saborosa, cozida por dez horas. O lámen é bem fino e vem com fatias de pancetta cozida, acelga chinesa, ovo cozido de gema mole, cebolinha e alga nori. Chega em perfeito estado, massa e condimentos acondicionados no cilindro chinês compartimentado e o caldo numa garrafinha à parte. 

● Preço: R$ 45,80

● Delivery: IFood

Lámen do Kuroda 

Lámen do Kuroda  Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

 

Jojo Ramen 

As massas do Jojo Ramen são artesanais, com toques autorais, feitas a partir de receita de um ramen master de Tóquio. A casa é especializada e tem várias combinações de caldos e massas. A escolha é difícil, mas gosto bastante do missô ramen, feito com futomen, um fio grosso. O caldo tem como base a pasta de missô e vem com verduras e fatias de carne de porco cozida e marinada. Chega em diferentes embalagens, entre caixas e potes de papelão impermeabilizado. 

● Preço: R$ 46

● Delivery: Rappi

Misso Ramen do Jojo

Misso Ramen do Jojo Foto: Rafael Salvador

 

Tan Tan

O Tan Tan Men é bem picante e aromático com o caldo temperado com pasta de pimenta e tahine. O lamen vem com copa lombo moída, acelga chinesa, cebolinha, carne suína moída, amendoim e pimenta japonesa. Forte e saboroso, chega embalado a vácuo e em potes.

● Preço: R$ 42

● Delivery: Rappi

Tan Tan Men

Tan Tan Men Foto: Tati Frisson

Lamen kazu

É o mais simples e o mais tradicional da seleção. Um caldo básico, feito a partir da pasta de missô, saboroso e muito reconfortante. A base do tempero vem do Japão, assim como o lamen, importado congelado. Como complemento, vegetais, copa lombo cozida em baixa temperatura e servida fatiada, que se desmancha com o toque do hashi. Ainda tem broto de feijão, cebolinha e acelga chinesa, que mantém a crocância e fazem ótimo contraste com a massa.

● Preço: R$ 42,90

● Delivery: IFood

Misso Lamen do Lamen Kazu 

Misso Lamen do Lamen Kazu  Foto: Patrícia Ferraz/Estadão

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?