Paladar

A ‘onda laranja’ chegou ao carnaval. E também ao gim tônica tradicional

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

A ‘onda laranja’ chegou ao carnaval. E também ao gim tônica tradicional

Aprenda a fazer um gim tônica com geleia de laranja com um bartender do Boteco Paramont; é um drinque fácil, colorido e refrescante

22 de fevereiro de 2019 | 18h52 por Gilberto Amendola

Este é o carnaval dos laranjas. Não, foi mal… É o carnaval laranja.

Por isso, nada mais adequado do que o coquetel de hoje: o Larangin!

Está na moda!

Mas vamos devagar…

Carnaval não é dos amargos. Carnaval não é para abraçar a complexidade de coisa nenhuma. Carnaval tem que ser relax. Você tem o ano inteiro para se aprofundar nos meandros da coquetelaria.

Larangin, um gim tônica com geleia de laranja. FOTO: Bruno Nogueirão/Estadão

 

Se eu fosse procurar coquetel neste pré-carnaval, iria direto no básico: gim tônica.

Ou nas suas variações, como vermute tônica, Campari tônica, Cynar tônica, Lillet tônica e outras aventuras supertônicas.

Por isso, na edição de hoje do Balcão do Giba, voltamos ao Boteco Paramont para um gim tônica simples, mas com um algo a mais: a laranja! Quem ensina a receita é o bartender Marcos Vinícius de Souza Santos, de apenas 19 anos.

No vídeo abaixo, Vinícius mostra como fazer um gim tônica “untado” de geleia de laranja. Embora ele tenha feito sua própria geleia, não tem problema algum usar uma comprada pronta (daquelas que você encontra no supermercado).

Aproveite o carnaval laranja, mas sem ser laranja de ninguém.

Se cuidem.

E se hidratem.

A receita do Larangin:
50 ml de gim
Água tônica para completar
Geleia de laranja a gosto
> Passe geleia de laranja por todo o interior do copo ou taça. Encha o copo com gelo, coloque o gim e complete com a tônica. Mexa levemente e decore com casca de laranja e grão de café.

 

Notícias da coquetelaria

Shot 1: H. Gin Bar acaba de estrear sua nova carta de drinques. O grande diferencial do lugar é produzir seus próprios destilados. Por lá, o gim é da casa, o vermute é da casa e muito mais. Destaque para uma variação de negroni feito com um amaro (em substituição ao Campari) produzido pelo próprio bar. Uma experiência recompensadora. Vai lá: Rua Ministro Gastão Mesquita, 586, Vila Pompeia.

 

Shot 2: O Super Lyan, bar do premiado Ryan Chetiyawardana (Mr. Lyan), vai se mudar de Londres para Amsterdã. A data da inauguração do novo bar é 18 de abril. Lyan não quer apenas “transferir” o seu bar para outro país, mas, como disse em entrevista ao site Drinks Internacional, quer experimentar produtos locais. A conferir.

 

Shot 3: Já estão abertas as inscrições do curso Coquetelaria Clássica, do Marco de La Roche, editor do Mixology News e mixologista do Bar do Riviera. O curso será realizado entre os dias 15 e 18 de abril. Para mais informações e inscrições, contato@drinklab.com.br.

 

Shot 4: Recém aberto, e ainda em esquema soft opening, o Pineapple Bar se junta ao Boteco Paramount e o Sylvester Bar no time dos bares com uma coquetelaria acessível (com ótimos preços) e de qualidade. Ele fica na R. dos Pinheiros, 1.308 (e vai abrir no sábado e domingo deste pré-carnaval).

 

 

Tags:

Ficou com água na boca?