Paladar

Receitas

Receita

Codo Meletti|Estadão
Codo Meletti|Estadão

Receitas de negroni: aprenda a fazer variações do clássico drinque

Negroni é gim, vermute e Campari. Mas sua família é enorme e permite incontáveis variações, com cachaça, vodca, tequila e mais

27 de fevereiro de 2019 | 22:09 por Redação Paladar, O Estado de S.Paulo

No centenário do negroni, voltamos às suas raízes e exploramos suas variações. 

A narrativa mais aceitável para a origem do drinque é a de que ele foi criado em 1919, em Florença, na Itália, pelo bartender Fosco Scarselli.  O ponto de partida teria sido o americano, coquetel preparado com Campari, vermute tinto e club soda.

Em seus cem anos de vida, a clássica receita do negroni ganhou releituras, versões e novas inspirações. Veja abaixo algumas delas, das clássicas às mais inventivas.

 

A receita original

Negroni 

Antes de tudo, aprenda a fazer o drinque original. É muito simples, basta saber a proporção: uma parte gim, uma parte amaro (o mais conhecido é o Campari), uma parte vermute tinto. Para um copo baixo, use as seguintes medidas: 

30 ml de gim

30 ml de Campari

30 ml de vermute tinto 

Confira a receita deste drinque icônico

 

  Foto: Codo Meletti|Estadão

 

Os ancestrais do negroni

Milano torino

Aqui começa a história do negroni. O milano torino é um drinque italiano que data do final do século 19, originalmente feito com Campari e Punt e Mes - Campari, um amaro (licor amargo) de Milão, e Punt e Mes, um licor tinto doce de Turim, daí o nome do coquetel. Veja a receita completa. 

45 ml de vermute tinto

45 ml de Campari

Milano-torino.

Milano-torino. Foto: Bruno Nogueirão|Estadão

 

● Torino milano

45 ml de amaro

45 ml de Campari

 

Americano

Quando a água com gás entrou na receita, "para dar uma refrescada", passou-se a chamar americano. Então, em 1919, a pedido de do conde Camillo Negroni, foi batizado com gim, e assim surgiu o negroni. Veja a receita

30 ml de vermute tinto

30 ml de campari

Club soda para completar

Americano, drinque com Campari e club soda.

Americano, drinque com Campari e club soda. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

 

Os descendentes do negroni 

A partir do negroni, três variações clássicas surgiram na coquetelaria mundial. 

● Negroni Sbagliato

30 ml de vermute tinto

30 ml de campari

30 ml de proseco

E uma casca de laranja

 

● Old Pal

30 ml de bourbon ou rye uísque

30 ml de campari

30 ml de vermute seco

Sirva em taça de martini

 

Boulevardier

O boulevardier é o primo mais famoso do negroni. O gim da receita original dá lugar ao bourbon, uísque americano, mas as proporção segue a mesma: 1 parte amaro, 1 parte vermute, 1 parte destilado. Confira a receita. 

30 ml de uísque bourbon

30 ml de vermute tinto

30 ml de Campari

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

 

As muitas variações do negroni 

A criatividade é o limite. O negroni inpira chefs a criarem versões autorais e poliglotas. 

Negrovski

Os fãs do clássico podem até reclamar, mas trocar o gim pela vodca funciona. Veja a receita do primo russo do negroni. 

30 ml de vodca

30 ml de Campari

30 ml de vermute tinto

Negroni com vodca.

Negroni com vodca. Foto: Deb Lindsey|Washington Post

 

● Cachaça-negroni

Versão brasileira, com cachaça. Veja a receita

 

Neguin

Nada de negroni, aqui é neguin! A criação do bartender Laércio Zulu também leva cachaça, além de vermute e Fernet. Veja a receita.  

50 ml de cachaça envelhecida em amburana

20 ml de Fernet Branca

20 ml de Punt e Mes

2 lances de bitter de laranja

Neguin.

Neguin. Foto: Fernando Sciarra|Estadão

 

● Zica

Com gim como o tradicional, mas a bebida é infusionada com amburana. Veja a receita

 

● Rosita

Feito com tequila, finalizado com Angostura. Veja a receita

 

● Vegetable Negroni

Com tequila infusionada com beterrada, criação do barman Frajola, do Sylvester Bar. Veja a receita

Vegetable Negroni, com tequila e beterraba.

Vegetable Negroni, com tequila e beterraba. Foto: Bruno Nogueirão|Estadão

 

● Don’t Kill My Vibe 

Receita de Jéssica Sanchez para a celebração dos cem anos do negroni

25 ml de gim 

25 ml de vermute tinto 

25 ml de Campari

50 ml de ginger ale apimentada

Espuma de gengibre: misture 350 ml de ginger ale com 75 ml de suco de limão e 2 colheres (sopa) de albumina em um sifão de creme. 

Folhas de menta e pimenta escura moída